Última chance

Confira os filmes que saem de cartaz nesta quinta

Aventura épica Hércules e clássico remasterizado Um Corpo que Cai entre os filmes que deixam o circuito

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

Hércules
'Hércules': a história original de Hércules (Foto: Divulgação)

Você só tem esta quinta (26) para ver um – ou alguns –  dos títulos abaixo. 

+ Saiba quais são os melhores filmes em cartaz

 

  • A distribuidora Espaço Filmes dá início a uma programação de classe. Com o objetivo de relançar clássicos e cults do passado, a empresa traz às telas um dos melhores longas-metragens de Alfred Hitchcock, Um Corpo que Cai. Como as novas gerações tiveram poucas chances de vê-lo nos cinemas, eis a oportunidade. A trama envolve um detetive aposentado (papel de James Stewart) que volta à ativa na missão de investigar Madeleine (Kim Novak), esposa de um amigo de faculdade. Há algo que prejudica o seu trabalho, no entanto: ele sofre de acrofobia, o medo de altura. Lançado em 1958, o filme seduz pelo suspense, além de possuir a aura de uma obra-prima. Reestreou em 6/12/2013.
    Saiba mais
  • O semideus da mitologia grega, filho de Zeus e da rainha Alcmena, tem sido maltratado pelo cinema americano em 2014. Depois do pavoroso épico de ação lançado em fevereiro, com o inexpressivo Kellan Lutz no papel principal, este novo Hércules transforma o personagem em um super-herói perdido numa trama quase sempre no piloto automático. Há avanços, no entanto. O jeitão bem-humorado do protagonista Dwayne Johnson cai bem, por exemplo. Inspirado numa história em quadrinhos, o roteiro tenta equilibrar o lado conhecido do mito — há um resumo veloz de seus doze trabalhos na abertura — e hipóteses mais realistas sobre sua característica, digamos, humana. Se ganha pontos pela agilidade, a narrativa deixa a desejar no enredo chinfrim: aliado a um grupo de mercenários, o fortão vai à luta para pôr freio nos planos de dominação de um rei sem escrúpulos (interpretado por John Hurt). Até lá, muitas cabeças de figurantes digitais rolarão com o objetivo, tudo indica, de exibir o maior número possível de efeitos em 3D. O Hércules anabolizado poderia ter rendido uma fusão vibrante de HQ e cinema, à la 300 e Sin City. Mas, sem ânimo para levar a brincadeira pop às últimas consequências, o diretor Brett Ratner (da cinessérie A Hora do Rush) decepciona ao se contentar com o meio-campo entre a tradição e a ousadia. Estreou em 4/9/2014.
    Saiba mais
  • A comédia romântica gaúcha ganha o olhar da adolescente Cláudia (Lara Rodrigues). Aos 15 anos, ela vive as incertezas da idade. Enquanto uma colega descola várias paqueras, Cláudia sente o peso da timidez. Órfã de mãe, a garota mora com o pai, o argentino Rafael (Daniel Kuzniecka), e desabafa trocando mensagens com um estranho, apelidado Insônia, num chat da internet. Ao passar uns dias num hotel, Cláudia conhece Andreia (Luana Piovani), de 28 anos. Da afinidade entre as duas, nascem fortes laços de amizade. A primeira parte mostra-se simpática ao refletir as dúvidas da protagonista, praticamente as mesmas de sua amiga mais velha. Daí em diante, Andreia engata um previsível romance com Rafael e a história cai no lugar-comum. Rodado em 2007, o longa-metragem tenta fisgar o público-alvo dando um ar moderninho à narrativa — seja pelas animações no estilo dos gibis ou pela trilha sonora pop. A cara de novelinha juvenil, contudo, permanece. Estreou em 14/2/2014.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO