CINEMA BRASILEIRO

As produções nacionais mais aguardadas de 2013

Comédias e cinebiografias figuram na lista dos títulos mais esperados pelo público

Por: Bruno Machado - Atualizado em

O Som ao Redor
'O Som ao Redor': prêmio da crítica internacional em Roterdã e um dos melhores filmes de 2012 segundo o New York Times (Foto: Divulgação)

Depois de causar furor na Europa (onde ganhou o prêmio da crítica no Festival de Roterdã) e nos Estados Unidos (onde foi considerado um dos melhores filmes de 2012, segundo o New York Times), O Som ao Redor chega ao circuito comercial. O longa se passa numa rua de um bairro nobre de Recife e mostra as transformações que acontecem com a chegada de um grupo de seguranças contratados após uma onda de violência na região.

Mas este é apenas um dos filmes nacionais mais esperados para este ano que só começou. A seguir, confira outros títulos e suas respectivas estreias.

JANEIRO

Jorge Mautner – O Filho do Holocausto

O longa dirigido por Pedro Bial e Heitor D’Alincourt abriu a edição carioca do festival É Tudo Verdade do ano passado. O longa apresenta a trajetória artística do cantor e compositor, sua aproximação com a Tropicália e as polêmicas em que se envolveu ao longo de sua carreira. A estreia está prometida para 25 de janeiro.  

A Luz do Tom

Outro documentário musical bastante aguardado pelo público é A Luz do Tom, o segundo de Nelson Pereira dos Santos sobre Tom Jobim. O primeiro, A Música Segundo Tom Jobim, lançado no ano passado, foi muito bem recebido. A estreia está prometida para 25 de janeiro.

FEVEREIRO

Tainá, A Origem

Terceiro filme da bem-sucedida cinessérie brasileira que acompanha a pequena índia (Wiranu Tembé) e dá lições de ecologia à plateia infantil. Este filme conta como a personagem ficou órfã, quando piratas invadem a Amazônia e perseguem sua mãe, Maya (Mayara Bentes). A estreia está prometida para 8 de fevereiro.

MARÇO

Colegas
Cena de "Colegas": filme premiado em Gramado chega ao circuito comercial em 2013 (Foto: Divulgação)

Colegas

O grande vencedor da última edição do Festival de Gramado chega ao circuito comercial em 1º de março. Na aventura do diretor Marcelo Galvão, três amigos, todos portadores de síndrome de Down, embarcaram numa aventura pelas estradas inspirados por Thelma & Louise (1991).

A Busca
Cena de 'A Busca': Wagner Moura interpreta um médico cujo filho desparece (Foto: Divulgação)

A Busca

O longa foi exibido no Festival de Sundance com outro nome, A Cadeira do Pai, e chega agora ao circuito comercial depois de excursionar por algumas mostras. No longa, Wagner Moura interpreta um pai ausente cujo filho desapareceu. A estreia está prometida para 8 de março.

Uma História de amor e fúria
'Uma História de Amor e Fúria': animação brasileira mostra o país, desde seu descobrimento até o ano de 2096. (Foto: Divulgação)

Uma História de Amor e Fúria

A animação 100% brasileira teve sua première em festivais nacionais no ano passado e chega agora ao circuito comercial. A fita de Luiz Bolognesi reconta a história do Brasil, desde os primórdios, e avança para um futuro distante. Com vozes de Selton Mello e Camila Pitanga, a fita deve chegar aos cinemas em 22 de março.

Hoje

A nova produção da diretora Tata Amaral (Um Céu de Estrelas) chega ao circuito comercial em 22 de março. Na fita, Denise Fraga interpreta uma sobrevivente dos porões da ditadura que, com o dinheiro da indenização pelo desaparecimento do marido, decide começar do zero com a compra de um apartamento. Durante a mudança, ela recebe a visita do homem que ela pensava estar morto.

ABRIL

Se Puder, Dirija

O primeiro filme brasileiro rodado em 3D já tem data de estreia: 5 de abril de 2013. Com Luiz Fernando Guimarães, Leandro Hassum e Barbara Paz, a história acompanha o cotidiano de João, um manobrista que resolve pegar um carro emprestado do estacionamento onde trabalha para se encontrar com o filho. Imprevistos fazem com que eles dois e um cachorro embarquem numa verdadeira aventura.

Entre Dois Amores

Ainda sem uma data definida, mas com previsão de estreia para abril de 2013, o longa tem no elenco grandes nomes como Lázaro Ramos, Mariana Ximenes e Matheus Nachtergaele e história inspirada na obra de Guimarães Rosa.

MAIO

Faroeste Caboclo

Enquanto a cinebiografia de Renato Russo não sai do forno, os fãs da Legião Urbana podem esperar pela versão cinematográfica de um dos maiores sucessos da banda. Faroeste Caboclo chega aos cinemas em 30 de maio contando a história de João de Santo Cristo.

JUNHO

Minha Mae é uma peça
O ator Paulo Gustavo caracterizado como Dona Hermínia: filme é baseado em um espetáculo teatrl homônimo (Foto: Divulgação)

Minha Mãe É Uma Peça

Outra comédia que tem todos os ingredientes para fazer sucesso nas bilheterias é Minha Mãe é uma Peça, baseada num espetáculo teatral homônimo de Paulo Gustavo, que interpreta a divertida Dona Hermínia. A estreia está prometida para 21 de junho.

Quando eu era vivo
Marat Descartes, Sandy Leah e Antonio Fagundes no set de 'Quando Eu Era Vivo': dos mesmos diretores de 'Trabalhar Cansa'. (Foto: Divulgação)

Quando Eu Era Vivo

Após o sucesso de crítica de Trabalhar Cansa (2011), a dupla Marco Dutra e Juliana Rojas elevaram as expectativas sobre seu novo trabalho. Quando Eu Era Vivo chega aos cinemas em junho do ano que vem (ainda não há uma data definida) com Marat Descartes, Antonio Fagundes e Sandy Leah. Marco assina a direção sozinho, enquanto Juliana será responsável pela montagem do longa.  

1º SEMESTRE

Vai Que Dá Certo

A comédia ainda não tem previsão de estreia, mas só pelo elenco, já é sucesso de público garantido: Danton Mello, Fábio Porchat, Lúcio Mauro Filho, e Bruno Mazzeo protagonizam a comédia sobre um grupo de amigos que, insatisfeitos com a própria vida, armam um complicado assalto.

AGOSTO

O Tempo e o Vento
Thiago Lacerda e Marjorie Estiano em cena de 'O Tempo e o Vento': superprodução de Jayme Monjardim (Foto: Divulgação)

O Tempo e o Vento

Jayme Monjardim, conhecido por dirigir telenovelas da Globo e vez ou outra fazer incursões no cinema (Olga), assina a superprodução baseada na obra de Érico Veríssimo. Fernanda Montenegro, Thiago Lacerda e Cléo Pires protagonizam o drama que estreia nos cinemas em 2 de agosto.

OUTUBRO

Trinta

Paulo Machline (Natimorto e Uma História de Futebol) dirige a cinebiografia do carnavalesco Joãosinho Trinta (1933-2011). A fita, que contará com atuações de Matheus Nachtergaele, Paola Oliveira e Milhem Oliveira, se passa antes da realização do primeiro carnaval do artista. A estreia está prometida para 18 de outubro.

NOVEMBRO

Crô

O mordomo gay da novela Fina Estampa de Aguinaldo Silva fez tanto sucesso que agora ganha um filme só seu. Crô chega aos cinemas em 1º de novembro protagonizado por Marcelo Serrado e com participação especial da cantora Ivete Sangalo.

DEZEMBRO

Os Caras de Pau

Com o sucesso nas manhãs de domingo na Rede Globo, o humorístico protagonizado por Leandro Hassum e Marcius Melhem chega aos cinemas em 20 de dezembro. A direção fica a cargo de Felipe Joffily (E Aí, Comeu?).

Fonte: VEJA SÃO PAULO