Cinema

Aventura de cem dias no mar

Baseado em história real, A Aventura de Kon-Tiki enfoca a expedição que saiu do Peru em direção à Polinésia em 1947

Por: Miguel Barbieri Jr.

a aventura de kon-tiki
Os noruegues esenfrentam tubarões: momento de perigo (Foto: Divulgação)

O aventureiro norueguês Thor Heyerdahl (papel de Pal Sverre Hagen) realizou a maior façanha de sua vida em1947. Ele saiu do Peru em direção à Polinésia na intenção de provar que aquelas ilhas do Oceano Pacífico foram descobertas por navegadores da América do Sul —e não pelos asiáticos, como se supunha.

Thor seguiu seus instintos, convocou quatro conterrâneos mais um cameraman sueco e zarpou numa jangada, feita comos mesmos materiais usados por povos pré-colombianos. A expedição percorreu 8 000 quilômetros em 100 dias.

Inspirado no livro escrito pelo protagonista, A Aventura de Kon-Tiki  tem uma narrativa uniforme cujos ápices de emoção surgem com a ameaça de tubarões. Embora faltem ao roteiro curiosidades sobre o método de sobrevivência dos expedicionários,o longa-metragem, candidato ao Oscar 2013 de melhor filme estrangeiro (perdeu para Amor), recria com gosto o sonho possível de um visionário.

Direção:Joachim Ronning e Espen Sandberg.

Fonte: VEJA SÃO PAULO