Esporte

Filha de Pelé publica foto do pai ainda no hospital

Celeste Nascimento postou uma imagem do Rei do futebol ainda internando; nesta sexta (5) o ex-jogador assinou um contrato vitalício com o Santos

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Pele filha Celeste
Pelé aparece no hospital em conversa com a filha Celeste Nascimento (Foto: Reprodução / Instagram)

Na última quinta (4), a filha do ex-jogador Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, 74, publicou uma imagem do pai sorridente ainda internado no quarto do hospital Albert Einstein. Celeste Nascimento mora nos Estados Unidos e ainda não visitou o pai pessoalmente desde sua internação.

Na imagem, é possível ver o Rei do futebol animado e sorrindo. Pelé fez questão de mandar boas notícias à Celeste, que logo postou a foto da teleconferência com a mensagem: "Facetime com o homem mais lindo desse mundo! Te amo mais que TUDO #tochegando", disse a jovem, que está vindo ao Brasil para visitar o pai.

Ainda na sexta, Pelé assinou um contrato com o Santos Futebol Clube. A equipe, que já possuía um vínculo com o ex-jogador firmado em 2013, ofereceu um acordo vitalício durante a renovação do termo. Sendo assim, continuará utilizando a marca Pelé em campanhas, além de contar com a presença dele em eventos.

O site oficial do alvinegro santista publicou a resposta de Pelé na hora da assinatura do acordo. "O Santos acreditou em mim quando eu era jovem e me transformou no homem que sou e no atleta que fui. O Santos está no meu sangue, está comigo onde quer que eu vá e eu falo sobre o clube em todas as partes do mundo", disse o Rei. "Estou ansioso para trabalhar e ajudar o Santos em suas estratégias e programas para garantir que ele sempre seja reconhecido como o melhor clube de futebol do Brasil."

Saúde

Segundo o último boletim médico divulgado nesta sexta (5), Pelé segue internado em uma unidade semi-intensiva, entretanto tem boa evolução clínica com melhora progressiva e não realiza mais procedimentos de hemodiálise.

A equipe segue o tratamento com medicação antibiótica por via endovenosa e o Rei do futebol não apresenta mais sinais de infecção.

Pelé está sob cuidados médicos no Hospital Albert Einstein desde o dia 24 de novembro, quando realizou uma consulta de rotina, pois havia sido submetido, duas semanas antes, a uma cirurgia para a retirada de cálculos renais. Os médicos detectaram uma infecção urinária e decidiram pela internação.

O estado de saúde de Pelé piorou ao longo da primeira semana, o que obrigou os médicos a transferi-lo para a UTI. Na última quinta-feira, dia mais crítico desde sua internação, ele apresentou quadro de "instabilidade clínica", de acordo com boletim do hospital.

O ex-jogador precisou tomar antibióticos poderosos para controlar a infecção renal. Ele também recebeu medicamentos para controlar a pressão arterial, que havia caído de maneira preocupante.

Recebendo tratamento de hemodiálise, começou a apresentar melhora, o que vem ocorrendo, e deixou a UTI, passando para a semi-intensiva. Nos últimos dias, seguiu evoluindo e já consegue caminhar normalmente.

Fonte: VEJA SÃO PAULO