Festival

Dez motivos para agitar no UMF Brasil

Saiba o que vai rolar na festa da Chácara do Jockey Club

Por: Renata Sagradi - Atualizado em

Fatboy Slim 2189
O DJ inglês Fatboy Slim: uma das atrações do festival UMF (Foto: Divulgação)

1 - Na onda dos megaeventos, chega a São Paulo o UMF Brasil, filhote do Ultra Music Festival, que ocorre em Miami há treze anos e reuniu mais de 120 000 pessoas em sua última edição. O show estreia na Chácara do Jockey, no sábado (6).

2 - O UMF vai contar com dois palcos e duas tendas, com atrações que se revezam durante todo o dia. Um telão de LED com 300 metros quadrados exibirá imagens selecionadas pelo VJ americano Vello Virkhaus.

3 - Para abrir o palco principal foi escalado o DJ Marky, paulistano da Zona Leste que conquistou fama internacional. Pelas mesmas carrapetas passarão os ingleses Above & Beyond e Groove Armada.

4 - O destaque do UMF Main Stage fica por conta do inglês Fatboy Slim. Estrela de maior grandeza da música eletrônica atual, ele cobrou 500 000 reais de cachê.

5 - Em uma tenda com capacidade para 9 000 pessoas, o DJ Carl Cox comandará o som ao lado de convidados. Fazem parte da lista nomes conhecidos como Moby, Fedde Le Grand e Faithless.

6 - O cenário nacional ganha destaque no palco UMF Brasil Arena e terá apresentações dos DJs Renato Ratier, Mary Zander, China, Tom Keller e Ferris, que agitam as pistas dos maiores clubes paulistanos.

7 - Para facilitar o acesso, serão montados dez bolsões de estacionamento em diferentes locais, com translado feito por vans. O serviço vai custar 30 reais. Os organizadores também prometem uma frota de táxis na porta.

8 - Para pular com certa comodidade, pode-se escolher entre três opções de camarotes. Custam 400 ou 600 reais por pessoa e contam com entrada exclusiva e lounge. O mais caro também tem serviço de bar.

9 - Quinze pontos de venda de bebida e seis pequenas praças de alimentação ficarão espalhados pelos 15 000 metros quadrados do espaço no Butantã.

10 - Com início marcado para o meio-dia, a festa tem duração prevista de doze horas — tempo suficiente para curtir as mais de quarenta atrações prometidas. Como a Chácara do Jockey costuma se transformar em um lamaçal quando chove, vale torcer para o clima colaborar.

Fonte: VEJA SÃO PAULO