Passeios

Festival na Liberdade tem comidinhas típicas e apresentações culturais

35ª edição do Tanabata Matsuri ocorre neste fim de semana nas ruas do bairro com atrações gratuitas e expectativa de atrair 130 mil pessoas

Por: Marcus Oliveira

Liberdade: maior comunidade japonesa fora do Japão
Liberdade: maior comunidade japonesa fora do Japão (Foto: João Sal)

Considerada a maior colônia japonesa no mundo fora do Japão, o bairro da Liberdade é novamente palco do Tabanata Matsuri, festival que celebra a cultura nipônica com barracas de comidas orientais, apresentação de danças e shows. A festa tem abertura no sábado, às 14h e no domingo ocorrre das 12h às 18h, com entrada gratuita.

Em sua 35ª edição, o evento também engloba o Festival das Estrelas, que recebe apresentações de “taikô” (instrumento de percussão), danças típicas e outras manifestações da tradição oriental, concentradas na rua Galvão Bueno, nas imediações da estação do metrô Liberdade, que será interditada.

A programação conta com apresentações de danças folclóricas, shows musicais, karaokê e atrações para o público jovem, além de oficinas de origami, sumi-ê (pintura japonesa) e concursos de enfeites, desenhos e poesias.

Durante as festividades, serão distribuídos papéis que podem ser preenchidos pelos visitantes com um desejo escrito e, em seguida, atados a árvores. Ao fim do evento, esses papéis são queimados, pois, segundo a lenda, essa fumaça gerada leva o pedido às estrelas para que possam ser ouvidos e, então, realizados.

A festividade remete à lenda japonesa da princesa Orihime e seu amado Kengyu, que só podem se encontrar no sétimo dia do sétimo mês do ano. A tradição é celebrada há mais de 1 300 anos na cidade de Sendai e também acontece em países como Coreia do Sul e China. A organização espera receber um público estimado em cerca de 130 mil visitantes nos dois dias de programação. 

tanabata
Árvore com pedidos deixados pelo público: ao final do evento, eles são queimados (Foto: Reprodução)

Confira a programação completa:

Sábado (6)

  • 14h: Abertura oficial
  • 14h15:  Cerimônia xintoísta com M.S. Kazuo Osaka – Nambei Jingu
  • 15h: Taikô do Grupo Himawari
  • 15h18: Nanchu Soran – Mimbu & Shinsei ACAL
  • 15h24: Saudação das autoridades com Carlos Takahashi
  • 15h54: Yotyore – Mimbu & Shinsei ACAL
  • 16h03: Odori – Hanayagui Kinryu Kai
  • 16h14: Tanabata Ondo e Sambon Jime Ondo – Shinsei ACAL
  • 16h25: Taiko Ryukyu Koku Matsuri Daiko
  • 16h43: Dança Hanagassa Ondo = Shinsei ACAL
  • 16h49: Dança Matsuri Ondo – Mimbu & Shinsei ACAL
  • 17h12: Shows de cantores da Radio TV Nikkey com Paulo Miyagui e Mieko Senaha
  • 18h12: Encerramento

Domingo (7)

  • 12h: Ginástica Rizumu Kenko Taisso ACAL
  • 12h26: Dança
  • 12h32: Shows de cantores da Radio TV Nikkey
  • 15h02: Dança – Shinsei ACAL
  • 15h08: Dança – ACAL
  • 15h14: Dança – Shinsei ACAL
  • 15h20: Dança – ACAL
  • 15h26: Dança – Shinsei ACAL
  • 15h32: Banda
  • 16h47: Banda
  • 18h02: Encerramento

Fonte: VEJA SÃO PAULO