Memória

Festival de gastronomia coreana celebra cinquentenário da imigração

Evento ocorre no Bom Retiro na quinta (26), mesmo dia do confronto entre Coreia do Sul e Bélgica, na Arena Corinthians

Por: Mauricio Xavier - Atualizado em

Imigração Coreia do Sul Navio
O navio holandês Tjitjalengka: transporte dos imigrantes coreanos nos anos 60 (Foto: Reprodução do livro Brasil e Coreia: 50 anos de amizade)

Um trecho da Rua Salvador Leme, no Bom Retiro, será interditado nesta quinta (26), entre 13 e 16 horas, para receber vinte barracas do Festival de Comida Coreana. O evento oferecerá gratuitamente pratos típicos, como o kimchi, elaborado com vegetais e pimenta fermentados, considerado patrimônio cultural da humanidade pela Unesco.

 

Tambémestão programados atividades folclóricas, demonstrações de tae kwon do e um concurso de dança. A data foi escolhida para coincidir com a partida entre Coreia do Sul e Bélgica, na Arena Corinthians, pela Copa do Mundo, que será transmitida em um telão a partir das 17 horas.

Imigração Coreia do Sul Navio
As brincadeiras no convés do cargueiro: crianças quebram o tédio pela longa viagem (Foto: Reprodução do livro Brasil e Coreia: 50 anos de amizade)

Os primeiros imigrantes do país asiático chegaram ao Brasil nosanos 50, em sua maioria ex-prisioneiros da Guerra da Coreia, enviados a um Estado neutro. A maior leva, no entanto, desembarcou por aqui na década seguinte, fugindo do conflito civil e da crise econômica deflagrada no pós-guerra. Foram trazidos pelo navio cargueiro holandês Tjitjalengka em 1963 e instalaram-se em São Paulo e no Paraná.

Fonte: VEJA SÃO PAULO