publicidade

Faça você mesmo

Festa infantil em casa: comida

Guloseimas personalizadas e outras tendências de dar água na boca

27.abr.2012 | Atualizada em 19.abr.2013 por Anna Carolina Oliveira e Taís Hirata

Comida de festa de criança é motivo de euforia tanto para adultos como para os pequenos. Além dos tradicionais salgados e docinhos, cada vez mais pais inovam com quitutes diferenciados e guloseimas personalizadas. Veja abaixo algumas opções de cardápio para diferentes tipos de festa.

+ Como organizar uma festa infantil em casa

+ Salgadinhos de grife para crianças endinheiradas

O QUE SERVIR?

No brunch

Muitos pães e frios. Os salgados devem ser preferencialmente mais leves, mas os tradicionais são sempre bem-vindos. Para beber, a preferência é para sucos e leite, em vez do refrigerante. Os tradicionais docinhos e o bolo de aniversário também não podem ficar de fora.

Massa recheada em formato de Mickey: para evitar uso de talheres, procure servir em pedaços pequenos e recipientes portáteis
Massa recheada em formato de Mickey: para evitar uso de talheres, procure servir em pedaços pequenos e recipientes portáteis
(Foto: Espaço Florescer Eventos)

No almoço

Se a festa for neste horário, o cardápio deve ser mais consistente. Para Rita Atrib, do Petit Comité, um prato quente é dispensável se forem oferecidos lanches mais pesados. Para substituir a refeição, ela sugere quiches, tortas de frango e palmito ou sanduíches com rosbife ou um recheio mais caprichado. “Outra coisa que faz muito sucesso entre as crianças é minicuscuz. As crianças vão até a cozinha pedir mais”, afirma.

De opinião diferente, Juliana Pagano, do Espaço Pindorama, defende que o prato quente seja servido. Para ela, a melhor opção é uma massa. Maria Estela Curioni, assessora de eventos, também aposta no macarrão, de acordo com ela, “o campeão de audiência entre crianças”.

Minicuscuz: As crianças vão até a cozinha pedir mais", garante Rita Atrib, do Petit Comité" />
Minicuscuz: "As crianças vão até a cozinha pedir mais", garante Rita Atrib, do Petit Comité
(Foto: Divulgação)

Para adultos, Maria Estela também sugere escondidinho, picadinho à brasileira com farofa, estrogonofe de filé ou caldo de mandioquinha. Uma boa sugestão para facilitar o processo é dispensar o uso de talheres, com comidas que possam ser servidas no estilo “finger food, em cumbuquinhas e já picadinha para que as pessoas possam comer em pé”, recomenda.

+ Dicas de decoração para sua festa

+ Brincadeiras para animar os convidados

À noite

Para festas no final de tarde ou à noite, o cardápio não foge muito dos salgados e docinhos servidos no almoço. Mas a tendência é que as pessoas comam menos, por isso, lanches mais leves podem agradar os convidados. Caso queira servir um jantar, sanduíches de metro ou um bufê mais leve, de crepes ou pizzas, podem ser uma boa opção.

Maria Estela sugere deixar que as crianças participem na montagem de sua própria pizza, por exemplo.

 

BEBIDAS ALCOÓLICAS

É dispensável, mas depende muito do estilo dos pais. Servir cerveja ou mesmo um prosecco por ser uma boa ideia. “Nunca vi exageros. A maioria dos adultos tem consciência de que está em uma festa infantil”, diz Maria Estela. Caso aconteça de algum adulto passar dos limites, os pais devem levá-lo para um canto e conversar com ele.

 

FRITURAS EM BAIXA

A onda de alimentos saudáveis para crianças já chegou às festas infantis. Mas não por isso os quitutes precisam ser menos gostosos. A chef Rita Atrib recomenda trocar frituras como coxinhas, risoles e bolinhas de queijo por salgados assados como miniquiches, tortinhas de frango, minisanduiches e folhados.

Maria Estela sugere que comidas tradicionalmente fritas sejam feitas no forno, como nuggets e batata. Outras alternativas naturebas são o milho, que pode ser tanto em espiga como no copinho, e palitinhos de cenoura ou pepino, servidos em um copinho com sal grosso no fundo.

Ainda assim, frituras estão longe de sair dos cardápios de festas infantis. “Todo mundo gosta de uma coxinha, né?” afirma Cristina Tavolieri, do Buffet Bela Sintra. De acordo com ela, os petiscos prediletos dos pequenos ainda são a batata frita, o cachorro quente e os hamburguinhos.

Miniquiche de quatro queijos agrada paladar das crianças e satisfaz pais preocupados com a saúde dos filhos
Miniquiche de quatro queijos agrada paladar das crianças e satisfaz pais preocupados com a saúde dos filhos
(Foto: Espaço Florescer Eventos)

Em relação aos doces, os pais não costumam ver problema em brigadeiros e bolos, mas Maria Estela diz que há um declínio na oferta de guloseimas. “Aquelas mesas gigantescas de doces que eram sucesso antigamente estão cada vez menos entrando nas festas infantis.”

A tendência também pode ser vista nas lembrancinhas. “Antigamente, era costume dar sacolinhas com um brinquedinho e um monte de guloseimas. Hoje, a pedida dos pais é que as lembrancinhas não tenham balas, pirulitos ou chicletes”, diz Maria Estela.

Mini hamburguinhos, junto com cachorro quente e batata frita, é um dos quitutes favoritos dos pequenos
Mini hamburguinhos, junto com cachorro quente e batata frita, é um dos quitutes favoritos dos pequenos
(Foto: Saint Morit's)

Para calcular a quantia certa de bebida, salgado e doce, use a calculadora "brigadeirômetro" AQUI.

publicidade

X

Avaliação de VEJA SP

Não foi avaliado

Avaliação de VEJA SP

Péssimo

Avaliação de VEJA SP

Fraco

Avaliação de VEJA SP

Regular

Avaliação de VEJA SP

Bom

Avaliação de VEJA SP

Muito bom

Avaliação de VEJA SP

Excelente

Avaliação dos usuários

Ainda não foi avaliado

Avaliação dos usuários

Péssimo

Avaliação dos usuários

Fraco

Avaliação dos usuários

Regular

Avaliação dos usuários

Bom

Avaliação dos usuários

Muito bom

Avaliação dos usuários

Excelente

Avaliação do usuário

Péssimo

Avaliação do usuário

Fraco

Avaliação do usuário

Regular

Avaliação do usuário

Bom

Avaliação do usuário

Muito bom

Avaliação do usuário

Excelente

Péssimo

Fraco

Regular

Bom

Muito bom

Excelente

Comente

Envie por e-mail