Especial mês das noivas

Festa de casamento: dicas para economizar

Consultoras de eventos Fernanda Floret, Letícia Alencar, Juliana Françozo, Georgia Nog e Mariana Melo indicam onde é possível cortar despesas

Por: Bruna Gomes - Atualizado em

Decidir os detalhes de uma cerimônia de casamento como música, vestido, decoração, vídeo, foto, lembrancinhas e comes e bebes são um desafio e tanto. Para completar, na hora de pagar a conta, o preço cobrado por cada serviço é capaz de assustar até os casais mais controlados.

Com o objetivo de ajudar a ajustar o preço da festa ao bolso de cada um, as consultoras Fernanda Floret (blog Vestida de Noiva), Letícia Alencar, Juliana Françozo (assessoria Happy Happenings), Georgia Nog e Mariana Melo (ambas da assessoria Toda de Branco) dão algumas dicas válidas em todas as etapas do evento.

+ Isabella Fiorentino: tendências para noivas

+ Onde encontrar uma boa assessora de casamento

Para começar, mantenha o que é prioridade no topo da lista. “Muitas noivas se perdem nos detalhes, nas inspirações que encontram em blogs, sites e revistas, e gastam dinheiro em coisas que não farão a diferença no aspecto geral de uma boa festa”, explica Fernanda. “Alguns itens dispensáveis, por exemplo, são o aluguel de um carro caro, placa, pôster e um leque grande de lembrancinhas desnecessárias.” Outra dica importante é lembrar que muitos custos do casamento estão atrelados ao número de convidados, por isso, “muitos noivos têm optado pelo ‘mini wedding’, ou seja, casamentos mais intimistas, apenas com os mais próximos”, completa a consultora.

Veja abaixo onde economizar na festa de casamento:

CERIMÔNIA

 

- Se os noivos não tiverem o sonho de casar na igreja, outros espaços podem sair mais baratos. “Só a taxa da igreja, em São Paulo, pode chegar a R$ 6.000. E ainda há os custos com decoração e coral”, explica Fernanda.

- Locais fora do comum também podem render preços interessantes e deixar o evento com a cara dos noivos. “Sabe aquele seu restaurante favorito? Pergunte se eles não aceitam fazer a festa de casamento”, exemplifica a consultora.

- Festa em casa é uma boa opção para cerimônias mais intimistas.

VESTIDO

Vestido de noiva
Vestido: trazer modelos do exterior pode ser uma saída (Foto: Thinkstock)

- Fique de olho em liquidações. “Dá para conseguir um lindíssimo vestido, assinado por um grande estilista, se você procurar nos bazares que eles costumam fazer duas vezes ao ano”, conta Letícia.

 

- Vai viajar para o exterior? Aproveite para garimpar um belo modelo por lá a um custo bem menor do que aqui.

 

- Reciclar está em alta. Em festas mais informais, a noiva pode customizar um vestido simples com acessórios bacanas. Se a proposta é mais formal, uma opção é usar o vestido do casamento da mãe. “É possível usar a estrutura da peça e adicionar tecidos nobres, rendas ou algo para deixá-lo com a cara da noiva”, explica Juliana.

 

DECORAÇÃO

 

- Investir em flores mais baratas e não menos charmosas, como as gypsofilas, astromélias e flores do campo, é uma boa opção.

 

- Escolher um local com a cara dos noivos é importante, afinal, “a ideia é enfeitar, e não transformar”, explica Georgia.

 

- Selecionar um mix de flores da época sai bem mais barato do que uma decoração de flor única.

 

- Optar por um espaço charmoso com decoração própria também sai mais em conta. “Assim, os noivos apenas agregam alguns itens desejados”, explica Letícia.

 

- Prestar atenção se o local oferece mesas e cadeiras pode evitar o custo da locação de mobiliário.

 

- Trocar lustres por velas e cristais por vidros pode criar um cenário bem bonito também.

 

- Aceitar a ajuda da mãe, da avó e das amigas é fundamental. “Elas podem atuar na produção de coisinhas fofas como saquinhos de arroz customizados, guardar garrafas e latas para montar arranjos florais e o que mais a criatividade mandar”, conta Letícia.

 

BUFÊ

 

- “Este não é um bom item para se economizar”, sentencia Mariana. Apesar disso, a opção mais barata e mais elegante é o menu degustação. “É melhor convidar menos gente e oferecer comes e bebes melhores do que deixar seus convidados queridos mal servidos”, completa Fernanda.

 

- Trocar o tradicional bolo com pasta americana por uma versão repleta de flores naturais pode trazer um resultado mais interessante.

 

- Pedaços de bolo colocados em caixinhas enfeitadas com fita de gorgorão ou sisal são práticos e bonitos. Para criar um bolo bonito e diferente, basta empilhá-los em forma de pirâmide.

 

LEMBRANCINHAS

Lembrancinhas de casamento
Lembrancinhas: um dos primeiros itens a serem cortados (Foto: Thinkstock)

- “Para começar, este é um item perfeitamente cortável, já que o bem-casado funciona como lembrancinha”, explica Georgia.

 

- Pensar em algo útil pode evitar desperdícios. Uma caixinha de prata com as iniciais dos noivos, por exemplo, dificilmente será colocada na sala de algum dos convidados.

 

- Trocar os bem-casados por biscoitos da sorte com o nome dos noivos também é uma possibilidade.

 

- “Compotas feitas pela avó ou caixinhas de trufas feitas pela tia costumam fazer sucesso com os convidados e deixam o casamento com o estilo dos noivos”, explica Fernanda.

MÚSICA

 

- Escolher o serviço de um DJ geralmente sai mais barato do que o de uma banda, que pede gastos com transporte, estacionamento, alimentação e suporte técnico (caixa de som, telão, retorno).

 

VÍDEO E FOTO

 

- Deixar dinheiro separado para este gasto é uma boa dica. “Fornecedores costumam dar bons descontos para pagamentos à vista”, explica Mariana.

LUA DE MEL

- Neste quesito, quanto mais antecedência melhor. Quem casa em dezembro, por exemplo, precisa programar a lua-de-mel antes de qualquer coisa.

- Alguns sites dividem o valor da viagem em cotas variadas que podem ser compradas pelos convidados. É uma forma diferente de presentear os noivos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO