Mistérios da Cidade

Ferromodelista constrói locomotivas a vapor em miniatura na Zona Sul

Alguns dos brinquedos hiper-realistas chegam a levar cinco anos para ser produzidos e estão à venda por até 25 000 reais

Por: Felipe Neves - Atualizado em

Ferromodelismo
Arnaldo Bottan: locomotiva de 1 metro de comprimento solta fumaça e movimenta as engrenagens (Foto: Mario Rodrigues)

Em uma garagem na Vila Império, na Zona Sul, a locomotiva de 1 metro de comprimento solta fumaça e movimenta as engrenagens à medida que nacos de lenha queimam em sua caldeira. A peça é destaque entre as dezenas que se acumulam na oficina do aposentado Arnaldo Bottan, há quase cinco décadas adepto do live steam, a reprodução de máquinas a vapor em miniatura. Todos os componentes, desde os menores canos que conduzem o ar quente pelos pistões até a elaborada carroceria, foram desenhados ou transformados pelo ferromodelista. Alguns dos brinquedos hiper-realistas chegam a levar cinco anos para ser produzidos e estão à venda por até 25 000 reais (veja o quadro abaixo). “Minha missão é manter viva essa atividade cada vez mais rara”, diz ele.

tabela joao fumaca
(Foto: Reprodução)

Fonte: VEJA SÃO PAULO