Gente

Fernanda Tedeschi, a coelhinha desaparecida

A cunhada de Michel Temer chegou a posar para a seção Happy Hour, mas desistiu da capa de dezembro

Por: Alvaro Leme, Leonam Bernardo e Ricky Hiraoka

Paulistanos de 2011 - Fernanda Tedeschi
Fernanda: a rapaziada vai ter de se contentar com a trança (infelizmente) (Foto: Luis Crispino)

A mulher do vice-presidente Michel Temer, Marcela, foi a primeira estrela de 2011 — e isso logo no dia em que o Brasil passou a ser comandado por uma mulher. Na posse de Dilma Rousseff, em 1º de janeiro, a jovem e bela rapunzel de 28 anos (43 a menos que o marido) roubou os holofotes e, em seguida, desapareceu de vista.

+ Conheça os paulistanos que deram o que falar em 2011

Imagine-se, daí, a euforia masculina com a perspectiva de um ensaio nu protagonizado pela irmã menorzinha dela, Fernanda Tedeschi, de 25. Ex-aeromoça, atual estudante de direito, a cunhada de Temer seria capa da PLAYBOY de dezembro. Chegou a dizer que ele não estava muito feliz com a ideia, mas parecia animadíssima para as fotos.

Até posou para a seção Happy Hour, que costuma anunciar as futuras coelhinhas, com uma trança igual à exibida pela mana no começo do ano. Em 28 de outubro, enviou uma carta à revista comunicando que havia desistido de posar e sumiu de cena.

Fonte: VEJA SÃO PAULO