Serviço

Férias educativas: ciência e tecnologia

Oficinas e programas para os curiosos e com espírito de inventor

Por: Claudia Jordão e Flora Monteiro

Férias educativas 2247- Peraltas - miniplanetário
Peraltas, em Brotas: miniplanetário para pequenos viajantes espaciais (Foto: Divulgação)

JORNADA NAS ESTRELAS

O pequeno paulistano vai amar sair da cidade e ver o céu de uma maneira completamente nova — ou seja, estrelado. Afastados do centro, os acampamentos funcionam como bons observatórios. Além de exibirem as constelações quando o tempo está limpo, têm mantido estruturas de estudo do céu. Na Casa de Chocolate, em Vinhedo (80 quilômetros de São Paulo), um astrônomo convidado fala sobre a origem do universo e dos planetas para uma plateia de 4 a 17 anos dentro de um miniplanetário.

+ Férias educativas: os cursos e oficinais mais bacanas da cidade

O Peraltas, em Brotas (235 quilômetros da capital), também tem um desses equipamentos, em 360 graus, que dá a sensação de terceira dimensão. A temporada de sete dias no mês de janeiro custa 1.070 reais no Casa de Chocolate e 2.047 no Peraltas.

Peraltas

Rua Doutor Emílio Dalla Dea Filho, portão 3, Trevo de Brotas, Brotas

Tel.: 3035-1900. Segunda a sexta, 9h às 18h

www.peraltas.com.br

Férias educativas 2247- Tempo & Espaço
Tempo & Espaço, na Vila Madalena: ateliê para estimular a criatividade (Foto: Divulgação)

INVENTORES MIRINS

O ateliê de tecnologia Tempo & Espaço, na Vila Madalena, é o lugar ideal para quem adora construir as suas próprias engenhocas. Pequenos de 5 a 15 anos recebem o suporte necessário, além de noções de elétrica, eletrônica, marcenaria e pintura para pôr o seu projeto em prática. Da oficina, já saíram criações como um minibugue, um barco a vapor e uma guitarra elétrica. O espaço tem oficinas de férias em dezembro (de 12 a 16) e janeiro (de 9 a 13, 16 a 20 e 23 a 27). A semana custa 450 reais, com direito a duas horas de aula por dia. “A ideia é que a criança invente as próprias férias”, diz a diretora Ivana Lobosco.

Férias educativas 2247 - Mad Science
Mad Science: o grupo aguça a curiosidade pelas leis da natureza (Foto: R. Rogick)

CIENTISTAS MALUCOS

Formado por atores, educadores e cientistas, o grupo Mad Science estimula o gosto pelas ciências através de apresentações em cursos extracurriculares, feiras e eventos. Criada no Canadá há mais de vinte anos, a equipe chegou ao Brasil em 2008. Ela mantém parceria com a Nasa na Academia de Futuros Exploradores Espaciais. O programa desperta o interesse no estudo de planetas, satélites e fenômenos espaciais.

+ O melhor da semana para as crianças

+ Doze museus curiosos em São Paulo

+ Roteiro da diversão em São Paulo por até 50 reais

Em 17 de dezembro, às 11h, na Biblioteca Mário Schenberg, na Lapa, o grupo apresenta a peça “Watchatchá — Uma Viagem pela Ciência”, em que “pesquisadores lunáticos” criam efeitos que parecem mágica mas na verdade seguem as leis científicas. A sessão é grátis. Espetáculos diferentes poderão ser vistos nos dias 15 de dezembro e 5, 12 e 19 de janeiro no espaço cultural Passatempo, no Campo Belo. Os shows irão abordar de “ondas sonoras” a “magias e poções”. Sempre das 15h às 17h, ao custo de 52 reais. Recomendados para maiores de 4 anos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO