Roteiro

Feirinha Gastronômica ganha última edição do semestre no domingo (23)

Evento que ocorre na Vila Madalena todo fim de semana deve voltar ao bairro no início de agosto. A despedida contará com cachorro-quente francês e bolo de brigadeiro

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

hot-dog à la française
Hot-dog à francesa: um dos destaques deste domingo (23) (Foto: Luna Garcia/Estúdio Gastronômico)

A Feirinha Gastronômica ganha sua última edição do semestre neste domingo (23). O evento deve voltar à Vila Madalena no início de agosto, mas em novo local.

Veterano desse tipo de evento, o chef Raphael Despirite, do Marcel, será a principal atração da despedida. Ele vai preparar o já afamado hot-dog à francesa, gratinado com molho bechamel e queijo gruyère (R$ 14,00). Ainda na alçada dos lanches, o restaurante Brado oferecerá batatas bravas com aioli e molho levemente picante (R$ 10,00).

+ Receita: aprenda a preparar o cachorro-quente francês

Quemo preferir algo mais sofisticado, encontrará polvo na brasa all'arrabbiata (R$ 18,00) na barraca do Antonietta. Para adoçar a tarde, a Santo Bolo estará presente com bolos de massa simples, estre eles chocolate, cenoura e laranja (R$ 5,00 a fatia), e também versões mais açucaradas, como bem-casado (R$ 6,00) e brigadeiro (R$ 7,00).

A FEIRA

Sucesso de público desde a primeira edição, em fevereiro deste ano, a Feirinha Gastronômica caiu nas graças dos paulistanos ao levar cozinheiros profissionais e amadores à Vila Madalena, sempre aos domingos, das 11h às 19h. Distribuídos em barracas, os cerca de vinte participantes vendem doces e salgados no espaço de um estacionamento. Os preços dos quitutes variam entre R$ 5,00 e R$ 20,00.

Apesar da estrutura improvisada — o lugar carece de charme e é preciso comer de pé —, longas filas de espera costumam se formar na calçada. Por isso, procure chegar cedo, até as 13h, ou então depois das 16h. Mas fique atento: no fim da tarde, é possível que os doces e salgados mais concorridos do dia estejam se esgotando.

+ Clique para conferir o endereço do local

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO