Comidinhas

Feira gastronômica vende de coxinha de jaca a hambúrguer de banana

Produtos podem ser encontrados na Feira Vegana do Largo da Batata, evento da Virada Sutentável da capital

Por: Anderson Santiago - Atualizado em

Geral da Feira Vegana
Geral da Feira Vegana (Foto: Anderson Santiago)

Neste domingo (dia 30), ocorre o último dia da Feira Vegana no Largo da Batata (das 10h às 20h), evento da Virada Sustentável que reúne público fã de quitutes e produtos naturais. A maioria das barraquinhas vende mesmo comidinhas e lanches diversos (todos veganos, claro), porém a feira também conta com espaços onde há artesanato, roupas e artigos de higiene pessoal que levam à risca a ideia de não serem fabricados com produtos químicos ou conservantes. A reportagem de VEJA SÃO PAULO visitou a feirinha, listou abaixo alguns dos produtos mais exóticos que estão fazendo sucesso entre a galera simpatizante e pôde constatar: a jaca é o ingrediente da vez quando se fala em comida.

+ Vila Mariana ganha feira gastronômica

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Coxinha de jaca

É o maior hit gastronômico da feirinha. Já famosa nos mercados de pulga que ocorrem no Minhocão aos domingos, a coxinha da equipe VegNice tem recheio feito com a jaca verde (quando ainda não é doce) bem temperada com especiarias e o resultado é uma textura que lembra a do frango desfiado. O salgado é saboroso, crocante, custa R$ 5 e é bastante disputado: no fim da tarde de sábado, mais de 40 pessoas esperavam na fila para experimentar a coxinha frita na hora. Achamos em outra barraca com rissoles recheado de jaca também.

Carne Louca... de jaca também!

A jaca está com tudo! E os veganos ganharam na feira a sua versão própria do tradicional pão com carne louca, com um detalhe muito importante: sem nada de origem animal dentro do pão. A carne desfiada é  substituída novamente pela jaca verde em tiras, que ganha tempero forte e um molhinho espesso, de cor escura.

Hambúrguer de Banana

Inusitada, a receita do chef Inti Mendez substitui a carne do hambúrguer por... banana verde. Sim, é isso mesmo: a banana verde é cozida, amassada e temperada com especiais como cúrcuma antes de ir ao forno para virar um disco com a consistência de hambúrguer. O resultado é um lanche mais leve, sem o gosto doce da banana, mas com textura firme e sabor acentuado dos temperos. Servido com pão integral, o lanche é vendido por R$ 10. 

+ Food Trucks testados e aprovados

Bolinho de frutas para cães

Quem achou que os nossos melhores amigos iam ficar só babando nos quitutes vegetarianos errou feio. Os cães também foram lembrados na feirinha e ganharam duas receitas veganas livre de carne e conservantes. A equipe do Cãomidinha oferece o bolinho de frutas (R$ 5) e o pacote com biscoitinhos (R$ 7), que fez tanto sucesso que chegou a esgotar no sábado. Os pets adoram!

Gel vegano para cabelo

Nas barracas que vendem produtos naturais, os sabonetes, os desodorantes e os artigos para maquiagem são os mais procurados. No entanto, um dos achados por lá é o gel vegano fixador de cabelo. Feito com hibisco e babosa, o pote com 250 gramas da marca Eco e Natural (R$ 18) tem fórmula sem carbômeros e álcool, e seu rótulo informa que ele modela os fios suavemente. A reportagem não testou, mas curtiu o cheirinho suave e herbáceo do cosmético. 

+ Milho Verde Pamonharia vendo o quitute há mais de 20 anos

Incenso vegano

O incenso aqui também pode ser vegano, acredite. O cartaz da barraca informa que o produto é 100% natural e não contém elementos como carvão nem pólvora. Há diversas opções de aromas e a publicidade ainda informa que o incenso ainda tem propriedades terapêuticas. A caixinha com 12 varetas com 1h30 de duração cada sai por R$ 11.

Fonte: VEJA SÃO PAULO