Compras

Sob risco de incêndio, Feira da Madrugada fecha na quarta-feira (8)

Movimentado ponto de vendas do Brás deve passar por reformas durante os próximos meses

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

Feira da Madrugada
Feira da Madrugada: extintores com prazo de validade vencido, fiação exposta e saídas de emergência obstruídas (Foto: Marcos Fernandes)

A Feira da Madrugada — um dos pontos de vendas de roupas mais movimentados do Brás — fecha as portas na próxima quarta-feira (8), depois que um laudo do Corpo de Bombeiros apontou que o local não oferece boas condições de segurança aos lojistas e consumidores. A decisão de fechamento é do Ministério Público.

Além de rede elétrica com fiação exposta, os bombeiros encontraram no local extintores com prazo de validade vencido e saídas de emergência obstruídas. O espaço, uma área de 37 mil metros quadrados, deve ficar fechada por no mínimo dois meses para reparos e readequações. Após esse período, o local deve ser reaberto para sediar a feira, que ocorre desde 2005.

Após manifestações na frente da prefeitura, ontem (3), o prefeito Fernando Haddad recebeu um grupo de lojistas em reunião na qual reiterou o fechamento da local.

Durante o período em que a Feira da Madrugada estiver fechada, os cerca de 4 mil lojistas prometem se organizar e promover as vendas de forma itinerante, com apoio da Cooperativa dos Microempreendedores de São Paulo. A Secretaria Executiva de Comunicação da Prefeitura não soube dizer onde serão realizadas essas feiras.

Fonte: VEJA SÃO PAULO