Hotelaria

Fasano

Gastronomia e glamour

Por: Rosane Queiroz - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Caetano Veloso morou em um quarto do Fasano por um ano. Chico Buarque, quando vem a São Paulo, fica lá. Aberto em 2003, o sofisticado hotel da família Fasano é a escolha dos famosos e ricos mais modernos do planeta – gente que gosta de design escandinavo e prefere Martin Margiela a Louis Vuitton. Único hotel brasileiro entre os melhores do mundo em eleição feita pela revista Condé Nast Traveller, o prédio de tijolos ingleses na fachada, desenhado pela dupla Isay Weinfeld e Marcio Kogan, faz uma releitura arrojada da arquitetura dos anos 30. Na entrada pela porta giratória, o bar vem antes da recepção, delegada a um salão interno. As janelas de todos os 60 apartamentos dão para a rua da frente. A localização, a uma quadra da Rua Oscar Freire, é perfeita para quem planeja comprinhas na região. Lençóis de 500 fios egípcios e aquecedor de toalhas são itens básicos no Fasano. Mas a graça maior está na gastronomia e no serviço, ambos reconhecidos e premiados, fruto dos mais de 100 anos de tradição. O hotel abriga dois ícones da grife: o restaurante Fasano, considerado o melhor italiano na América do Sul, e o bar Baretto, palco de jazz e música de primeira. “São lugares frequentados por paulistanos. A graça do Fasano está nessa mistura entre locais e visitantes, que deixa o hotel com menos cara de hotel”, avalia o assessor de imprensa Dudi Machado.

Diárias: a partir de 1 560 reais, em acomodação dupla.

Rua Vitório Fasano, 88, Jardim Paulista

Tel.: (11) 3896 4000

www.fasano.com.br

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO