Crianças

“O Fantasma da Máscara” é adaptação infantil de clássico

Com ar de suspense, musical traz animadas canções e um colorido visual

Por: Clara Nobre de Camargo

O Fantasma da Ópera - 2212
Cenário e figurinos ao estilo de Tim Burton: inspirado no clássico "O Fantasma da Ópera" (Foto: Gabriel Boieras)

Cheio de referências ao universo do cineasta americano Tim Burton, O Fantasma da Máscara revela-se um agradável musical infantil. A base da peça, adaptada pela também diretora Rosi Campos, é o clássico “O Fantasma da Ópera”, de Andrew Lloyd Weber. Ao som de uma animada trilha sonora criada por Charles Dalla e Walter Junior, desenrola-se a história da famosa cantora de ópera Belinha (a atriz Lissah Martins, que já protagonizou “A Bela e a Fera” e “Miss Saigon”).

Tudo começa quando a personagem resolve fazer uma parada na cidade de Sinfonia para comemorar seu aniversário ao lado do irmão Zeca (Pedro Bosnich). Para presenteá-la, o rapaz compra uma velha gaiola do ganancioso vendedor de antiguidades Pierre (Alexandre Pessôa). Lendo um livro, os irmãos descobrem que o objeto pertenceu ao Fantasma da Máscara (Beto Marden) e era usado pela sinistra figura para guardar vozes roubadas de músicos de passagem pela região. De repente, o vilão surge em cena e, ao lado da ajudante Dilma (a cantora Naíma), sequestra Belinha. Nos momentos finais, o clima de mistério fica mais intenso — e também divertido —, com as aventuras de Zeca para salvar a moça.

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO