Memória

Relembre personalidades que morreram em 2014

Roberto Bolaños, Eduardo Campos, Jair Rodrigues e José Wilker estão entre os famosos que faleceram neste ano; confira a trajetória de cada um deles

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Há cerca de um mês, morreu o célebre cardiologista brasileiro Adib Jatene, vítima de um terceiro ataque do coração (em 2012 ele diagnosticou o próprio infarto, conforme relatado na reportagem de capa de VEJA SÃO PAULO). Também partiram em 2014 Samuel Klein, fundador das Casas Bahia, e Márcio Thomaz Bastos, advogado criminalista que defendeu, entre outros casos polêmicos, o ex-médico Roger Abdelmassih.

+ Emocionante: um vídeo com os artistas que morreram em 2014

O ano será lembrado ainda por baixas importantes na literatura (Ariano Suassuna, João Ubaldo Ribeiro e Gabriel García Márquez) e na política (Eduardo Campos e Plínio de Arruda Sampaio). No campo da música, faleceram a cantora Marlene, que fez sucesso na era de ouro do rádio, e Jair Rodrigues, um dos nomes mais populares no país.

Entre os atores, deixarão saudades o mexicano Roberto Gómez Bolaños, responsável por eternizar o personagem Chaves em mais de quinze países, e os americanos Robin Williams e Philip Seymour Hoffman.

Relembre na retrospectiva de VEJA SÃO PAULO essas e outras personalidades mortas em 2014:

Rafael Soares
Rafael Soares com o pai, Jô Soares: morto aos 50 anos de idade (Foto: Reprodução)

NOVEMBRO

Roberto Gómez Bolaños (Cidade do México, 21 de fevereiro de 1929 — Cancún, 28 de novembro de 2014) foi um ator e roteirista mexicano, eternizado pelo personagem Chaves. Ele tinha 85 anos e era casado com Florinda Meza, que interpretou a Dona Florinda no seriado. Bolaños também viveu outra lenda da televisão: o Chapolin Colorado, espécie de super-herói atrapalhado que aparecia toda vez que alguém dizia o bordão "E agora, quem poderá me defender?".

Márcio Thomaz Bastos (Cruzeiro, 30 de julho de 1935 — São Paulo, 20 de novembro de 2014) foi Ministro da Justiça no primeiro governo Lula (2002 - 2006) e durante parte do segundo, entre 2003 e 2008, e um importante advogado criminalista. Entre outros casos de relevância, fez a defesa do ex-vice-diretor do Banco Rural José Roberto Salgado e do ex-médico Roger Abdelmassih. Morreu aos 79 anos e foi cremado.

+ Dez fatos curiosos sobre as Casas Bahia e seu fundador, Samuel Klein

Samuel Klein (Zaklików, 15 de novembro de 1923 — São Paulo, 20 de novembro de 2014) era o fundador das Casas Bahia. Judeu polonês, foi preso por nazistas e mandado para o campo de concentração de Maidanek. Chegou ao Brasil em 1952, após o término da guerra e fixou residência em São Caetano do Sul, onde fundou a primeira unidade da rede varejista. A família Klein é dona de 384 imóveis avaliados em 4 bilhões de reais. Morreu aos 91 anos e está enterrado no Cemitério Israelita do Butantã.

Adib Jatene (Xapuri, Acre, 4 de junho de 1929 — São Paulo, 14 de novembro de 2014) era um renomado cardiologista brasileiro. Entre seus feitos na medicina, está a primeira cirurgia de ponte de safena do país. Ele também desenvolveu o primeiro coração-pulmão artificial do Hospital das Clínicas, nos anos 50, um modelo de oxigenador do plasma, na década de 60, e inventou uma técnica de correção de artérias transpostas em bebês, que ficou conhecida mundialmente como "Cirurgia de Jatene". No setor público, foi secretário estadual de Saúde, quando o governador era Paulo Maluf, e ministro da mesma área duas vezes, nas gestões Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso. Nos anos FHC emplacou a ideia da contribuição provisória sobre movimentação financeira (CPMF), para aumentar a arrecadação na saúde pública e coibir a sonegação.

ADIB JATENE - CLAUDIO GATTI
Adib Jatene: renomado cardiologista brasileiro (Foto: Nelio Rodrigues)

OUTUBRO

Rafael Soares († Rio de Janeiro, 31 de outubro) era  filho do apresentador Jô Soares com a atriz Theresa Austregésilo. Em nota, Jô Soares declarou: "Rafael foi uma pessoa muito especial, que veio ao mundo para nos ensinar tanta coisa. Devido ao autismo, permaneceu um menino". Morreu aos 50 anos e foi cremado.

Pedro Almeida († Nova York, Estados Unidos, 4 de outubro de 2014) era filho caçula do autor de novelas Manoel Carlos. O rapaz estudava teatro em Nova York. Morreu aos 22 anos e foi cremado.

Hugo Carvana (Rio de Janeiro, 4 de junho de 1937 — 4 de outubro de 2014) foi um ator e diretor de cinema e televisão. Logo na sua estreia atrás das câmeras, em 1973, ganhou o Kikito de Ouro de Melhor Filme, no Festival de Gramado, com Vai Trabalhar, Vagabundo. Morreu aos 77 anos e foi cremado.

SETEMBRO

Giancarlo Bolla († São Paulo, 10 de setembro de 2014) era restaurateur e chef de cozinha do restaurante La Tambouille e sócio do Bar des Arts. Imigrante italiano, trabalhou como garçom em diversos restaurantes antes de abrir o La Tambouille, em 1971, na Avenida Cidade Jardim. Catorze anos depois da inauguração, o empresário transferiu o restaurante para o atual endereço, na Avenida 9 de Julho. Bolla se autointitula o primeiro a servir carpaccio em São Paulo.

Sergio Rodrigues (Rio de Janeiro, 1927 — 1º de setembro de 2014) foi um célebre arquiteto e designer. O artista ganhou projeção ao criar a Poltrona Mole, premiada na Bienal de Cantu, na Itália, em 1961. Morreu aos 86 anos e foi cremado.

Eduardo Campos - Enterro
Enterro de Eduardo Campos: multidão cercou caminhão dos bombeiros (Foto: JC Imagem/Folhapress)

AGOSTO

Giovanni Bruno († São Paulo, 26 de agosto de 2014) era um dos pilares da cozinha cantineira na capital paulista. Nascido em Casalbuono, cidadezinha de Salerno, na Itália, ele veio para cá em 1950, com 14 anos. Trabalhou durante dezessete anos como garçom e foi sócio de dois restaurantes antes de abrir a cantina Il Sogno di Anarello, desde 1983 instalada na Vila Mariana.

Antônio Ermírio de Moraes (São Paulo, 4 de junho de 1928 — São Paulo, 24 de agosto de 2014) foi um empresário, engenheiro e industrial. Ele foi responsável por diversificar a atuação do Grupo Votorantim e transformar a companhia em uma multinacional. No último levantamento da Forbes, ele ocupava a 9ª colocação no ranking de bilionários brasileiros, com uma fortuna estimada em 3,1 bilhões de dólares. Morreu aos 86 anos e está enterrado no Cemitério Morumbi.

Eduardo Campos (Recife, 10 de agosto de 1965 — Santos, 13 de agosto de 2014) era economista e político, ex-governador de Pernambuco, presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e candidato à Presidência da República nas eleições de 2014. Morreu em um acidente aéreo aos 49 anos e está enterrado no Cemitério de Santo de Amaro (Recife).

Robin Williams (Chicago, 21 de julho de 1951 — Paradise Cay, 11 de agosto de 2014) era um ator e comediante americano. Suicidou-se por enforcamento aos 63 anos em sua casa, na área da Baía de San Francisco. Ganhou o Oscar de ator-coadjuvante pela atuação em Gênio Indomável (1997), como o professor universitário Sean McGuire. Atuou em outros dois longas indicados ao prêmio de melhor filme: A Sociedade dos Poetas Mortos (1989) e Tempo de Despertar (1990).

JULHO

João Ubaldo Ribeiro (Itaparica, 23 de janeiro de 1941 — Rio de Janeiro, 18 de julho de 2014) trabalhou como escritor, jornalista, roteirista e professor, formado em direito e membro da Academia Brasileira de Letras. Seu primeiro livro, Setembro Não Tem Sentido, foi publicado quando tinha apenas 21 anos. O segundo trabalho o consagrou: o romance Sargento Getúlio garantiu a ele o primeiro prêmio Jabuti, em 1972. Morreu aos 73 anos e está enterrado no Cemitério São João Batista (Rio de Janeiro).

Fausto Fanti (Petrópolis, 20 de Outubro de 1978 — São Paulo, 30 de julho de 2014), humorista que ficou famoso ao interpretar o Renato, da dupla Hermes e Renato. No programa, exibido originalmente pela MTV Brasil entre 1999 e 2009, Fanti e Marco Antônio Alves, o Hermes, faziam paródias de outras atrações da televisão e de filmes, além de dublagens.

Rubem Alves (Boa Esperança, 15 de setembro de 1933 — Campinas, 19 de julho de 2014) foi um psicanalista, educador, teólogo e escritor brasileiro. Mestre em teologia, tem diversos livros publicados sobre religiosidade, como O que é Religião e Protestantismo e Repressão.

+ Grupo de humor Hermes e Renato está de volta

Ariano Suassuna (João Pessoa, 16 de junho de 1927 — Recife, 23 de julho de 2014) foi escritor e membro da Academia Brasileira de Letras. Em 1955, lançou O Auto da Compadecida, obra que o projetou e que, em 1999, foi adaptada para a televisão por Guel Arraes. Morreu aos 87 anos e está enterrado no Cemitério Morada da Paz em Paulista (Recife).

Vange Leonel (São Paulo, 4 de maio de 1963 — 14 de julho de 2014) foi uma cantora e compositora brasileira. Morta aos 51 anos vítima de um câncer no ovário, com metástase no peritônio (membrana que envolve os órgãos da região abdominal), ela ganhou destaque no começo dos anos 90 com a música Noite Preta. A canção estava na abertura da novela Vamp, que foi ao ar pela Rede Globo em 1991.

Plínio de Arruda Sampaio (São Paulo, 26 de julho de 1930 — São Paulo, 8 de julho de 2014) foi um político brasileiro. Filiado ao PSOL (Partido Socialismo e Liberdade), era um dos mais destacados nomes da esquerda no país. Foi eleito deputado federal pelo antigo Partido Democrata Cristão, em 1962, e relatou o projeto de reforma agrária do Governo João Goulart, o que lhe rendeu a cassação do mandato. Participou da fundação do Partido dos Trabalhadores. Ficou conhecido nacionalmente depois de se candidatar à Presidência da República pelo PSOL em 2010. Morreu aos 83 anos vítima de um câncer ósseo e está enterrado no Cemitério do Araçá.

Marco Antonio e Fausto Fanti, apresentadores do programa _Hermes & Renato_, da MTV
Fausto Fanti, da dupla Hermes e Renato: humorista morreu em julho (Foto: Divulgação)

JUNHO

Marlene (São Paulo, 22 de novembro de 1924 — Rio de Janeiro, 13 de junho de 2014) foi uma cantora e atriz da era de ouro do rádio. Ela brilhou no programa Hora do Estudante, na Rádio Bandeirantes, no Cassino Icaraí, em Niterói, e depois no famoso Cassino da Urca. Morreu aos 89 anos e foi cremada.

MAIO

Mauricio Torres (Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de 1971 — São Paulo, 31 de maio de 2014) atuou como locutor e apresentador. Ele foi narrador da Rádio Globo na década de 90. Em 1996, começou a carreira televisiva na Rede Globo, onde participou de programas esportivos e acompanhou importantes competições. Em 2005, trocou a emissora pela Rede Record. Lá ele apresentava o programa Esporte Fantástico. Morreu aos 43 anos e está enterrado no Cemitério São João Batista (Rio de Janeiro).

Jair Rodrigues (Igarapava, 6 de fevereiro de 1939 — Cotia, São Paulo, 8 de maio de 2014) era um dos cantores mais populares do país. Em 1962, gravou o seu primeiro disco. Entre os destaques, as músicas Brasil Sensacional e Marechal da Vitória. Na mesma década, fez seu primeiro grande sucesso, Deixa Isso Pra Lá (Alberto Paz e Edson Meneses) e iniciou a parceria com Elis Regina, com quem lançou o disco Dois na Bossa e apresentou o programa O Fino da Bossa, na TV Record. Morreu aos 75 anos e está enterrado no Cemitério Morumbi.

Mãe Dinah (São Paulo, 5 de dezembro de 1930 — 2 de maio de 2014) foi uma vidente. Ficou famosa nacionalmente em 1996, quando afirmou ter previsto o acidente aéreo que matou os músicos da banda Mamonas Assassinas. Morreu aos 83 anos e está enterrada no Cemitério da Paz.

Jair Rodrigues, Jairzinho e Luciana Mello
Jair Rodrigues com os filhos Jair Oliveira e Luciana Mello: cantor gravou seu primeiro disco em 1962 (Foto: Divulgação)

ABRIL

Luciano do Valle (Campinas, 4 de julho de 1947 — Uberlândia, 19 de abril de 2014) foi um locutor esportivo, apresentador de televisão e empresário brasileiro. Em 1983, foi para a TV Bandeirantes, onde permaneceu até 2003. Após um período de três anos fora da emissora, retornou em 2006. Neste ano, preparava-se para cobrir a Copa do Mundo, sua 11ª participação no Mundial. Morreu aos 66 anos e está enterrado no Cemitério Parque Falmboyant (Campinas).

Gabriel García Márquez (Aracataca, 6 de março de 1927 — Cidade do México, 17 de abril de 2014) foi um célebre escritor colombiano. Recebeu o Prêmio Nobel de Literatura em 1982 pelo conjunto de sua obra, que conta com títulos como Cem Anos de Solidão, Crônica de uma Morte AnunciadaMemórias de Minhas Putas Tristes e O Amor nos Tempos do Cólera.

José Wilker (Juazeiro do Norte, Ceará, 20 de agosto de 1947 —  Rio de Janeiro, 5 de abril de 2014), ator, diretor, narrador, apresentador e crítico de cinema, estreou na TV em 197 em Bandeira Dois. Ele participou de quase trinta novelas, sendo seu primeiro papel de protagonista na versão original de Gabriela, quatro anos depois. Morreu aos 67 anos e foi cremado.

MARÇO

Canarinho (Salvador, 29 de dezembro de 1927 — Mogi das Cruzes, 21 de março de 2014) era humorista do programa A Praça É Nossa, do SBT. Ele fez fama como o personagem que falava ao telefone aos gritos e participava das conversas dos outros. Morreu aos 86 anos e foi cremado.

Paulo Goulart (Ribeirão Preto, 9 de janeiro de 1933 — São Paulo, 13 de março de 2014) foi presença constante nos palcos, na televisão e no cinema por seis décadas, participou de 56 peças e 44 novelas. Em fevereiro, o ator celebrou seis décadas de vida em comum ao lado de Nicette Bruno, mãe de seus três filhos. Morreu aos 81 anos e está enterrado no Cemitério da Consolação.

José Wilker
José Wilker: morto aos 67 anos (Foto: Selmy Yassuda)

FEVEREIRO

Philip Seymour Hoffman (Fairport, 23 de julho de 1967 — Nova York, 2 de fevereiro de 2014) foi um ator e diretor americano. Sofreu uma overdose ao misturar heroína, cocaína, remédios para ansiedade e anfetamina. Ganhou o Oscar por Capote (2006). Foi mais três vezes indicado ao de ator coadjuvante, por Jogos do Poder (2007), Dúvida (2008) e O Mestre (2012). Participou do blockbuster Jogos Vorazes: A esperança - Parte 1, que estreou em novembro. As gravações do segundo filme ainda estavam completas e o roteiro precisou ser alterado.

Eduardo Coutinho (São Paulo, 11 de maio de 1933 — Rio de Janeiro, 2 de fevereiro de 2014) foi um célebre cineasta. Após o sucesso de Cabra Marcado para Morrer, que ficou pronto em 1984, dirigiu alguns dos mais importantes documentários brasileiros, entre eles Santo Forte (1999), Edifício Master (2002) e Peões (2004). Seu filme mais recente é As Canções, de 2011. Morreu aos 80 anos e está enterrado no Cemitério São João Batista (Rio de Janeiro).

JANEIRO

Marly Marley (Três Lagoas, Mato Grosso do Sul, 5 de abril de 1938 — São Paulo, 11 de janeiro de 2014) se destacou como atriz, jurada musical e vedete. Casada com o humorista Ary Toledo, ficou conhecida por trabalhar como vedete por quinze anos nos teatros de revista. Fez sucesso também por integrar o corpo de jurados do Programa Raul Gil, exibido atualmente pelo SBT. Morreu aos 75 anos e está enterrada no Cemitério Morumbi.

Fonte: VEJA SÃO PAULO