Exposições

Mostra sintetiza 60 anos de fotografia brasileira

Coleção Itaú de Fotografia Brasileira apresenta 94 itens, entre séries sobre o regime militar, os povos ianomâmis e manifestações afro-brasileiras

Por: Livia Deodato - Atualizado em

Paraíso, de Albano Afonso - Coleção Itaú de Fotografia Brasileira
Imagem da série Paraíso, de Albano Afonso: uma das 94 obras da mostra (Foto: Sérgio Guerini)

A fotografia sempre serviu a diferentes propósitos, como registrar fatos e personagens da história, flagrantes e permitir experimentações. Na mostra Coleção Itaú de Fotografia Brasileira, que já esteve em Paris e no Rio de Janeiro no ano passado, o curador Eder Chiodetto selecionou trabalhos de toda ordem, compreendendo cerca de sessenta anos de fotografia brasileira.

De um acervo de mais de 12.000 imagens foram escolhidas 94, feitas por grandes nomes do gênero, como Geraldo Barros e Thomaz Farkas, além dos contemporâneos Lenora de Barros, Albano Afonso e Cris Bierrenbach. É interessante notar as relações estabelecidas pelo curador. Ele dispôs num corredor, por exemplo, fotos que desafiaram o regime militar, como a série Viagem pelo Fantástico (1969-1973), de Boris Kossoy, e Para um Jovem de Futuro Brilhante (1974-2010), de Carlos Zilio. Também agrupou numa sala as vertiginosas séries sobre ianomâmis, de Claudia Andujar, e manifestações afro-brasileiras, de Mario Cravo Neto.

Preste atenção também: em SP#10, de Bob Wolfenson ,um interessante recorte do Conjunto Nacional

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO