em cartaz

Exposição traz trilha sonora rejeitada por Stanley Kubrick

Visitante pode comparar a música original com a que foi dispensada pelo diretor

Por: Laura Ming - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

A importância da trilha sonora no cinema é o tema da exposição Música & Cinema: O Casamento do Século?que ficará em cartaz no Sesc Pinheiros  até janeiro de 2015.

O visitante pode ver (e ouvir) como as imagens ganham ou perdem força conforme a escolha da música. Um dos exemplos mais notáveis é a combinação da ficção científica  2001:Uma Odisseia no Espaço (1968), de Stanley Kubrick.

O cineasta americano encomendou uma composição original para Alex North, que havia produzido as músicas de Dr. Fantástico, filme de 1964 também dirigido por Kubrick.

Após ver a fita pronta, no entanto, o diretor mudou de ideia e optou pelas composições de Johann e Richard Strauss. Confira abaixo a mesma sequência de imagens com as duas versões de trilha. Parece até um filme diferente, não é?

+Castelo Rá-Tim-Bum já atrai o maior público da história do MIS

+Jovem abre loja especializada em artigos dos anos 80

Trilha sonora rejeitada de 2001: Uma Odisseia no Espaço (1968)

Trilha original, escolhida por Stanley Kubrick

A exposição ainda traz entrevistas com cineastas e compositores, além de documentários que mostram o processo criativo desses artistas. Numa pequena ilha de edição, o público pode trocar a sonorização de filmes como Cidade de Deus (2002), de Fernando Meirelles e Kátia Lund.

Fonte: VEJA SÃO PAULO