Negócios

1ª Expo Alto Astral terá gurus, produtos místicos e muita autoajuda

Anhembi será palco da feira, que acontece entre os dias 9 e 11 de setembro com a presença da vidente Mãe Dináh

Por: Carolina Giovanelli

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

O empresário paulista Roger Zulli, de 38 anos, já foi dono de distribuidora de doces, pizzaria, estacionamento e lava-rápido, produziu shows de cantores como Amado Batista e, atualmente, comanda uma construtora de pequeno porte. “Sabe como é leonino: não gosta de ficar preso numa coisa só”, explica. Há treze anos, em paralelo às múltiplas atividades, passou a frequentar cursos de feng shui, tarô e reiki (equilíbrio de energias). Nos últimos tempos, conta, recebeu das cartas e da numerologia cabalística sinais para se lançar em um novo negócio. E assim, abençoada por cristais e pirâmides, nascerá no Anhembi, entre os dias 9 e 11 de setembro, a Expo Alto Astral, feira de produtos e serviços na qual Zulli investiu 150.000 reais. Em sua primeira edição, o evento terá oitenta expositores, que não são ligados a uma religião específica. Eles se espalharão por 2.100 metros quadrados, em mesas e estandes cujos aluguéis custam entre 600 e 3.000 reais. Os métodos anunciados têm ambições diversas, que vão de resolver questões amorosas a combater problemas de saúde, do estrabismo ao câncer. Aos críticos e céticos, Zulli manda o recado: “É preciso ir com a mente aberta”.

+ As feiras de negócios mais curiosas da capital

+ Xaveco Virtual: nossa ferramenta para paquerar no Twitter

Expo Alto Astral 2232 - Roger Zulli
Roger Zulli, organizador da Expo Alto Astral: “É preciso ir com a mente aberta” (Foto: Fernando Moraes)

A autoajuda será matéria-prima de boa parte dos palestrantes no evento, para o qual são esperados 15.000 visitantes. Uma das estrelas é Cristina Cairo, especialista famosa por pregar que todas as doenças têm causa emocional e podem regredir a partir dos ensinamentos da “linguagem do corpo”, com atividades como a meditação. “Divulgamos modos alternativos de cura, que fogem do convencional”, diz ela, que ali venderá produtos com sua assinatura — a obra de Cristina inclui seis livros e um DVD. “Tem quem compareça aos encontros mesmo sem acreditar no que está sendo dito, só para nos desafiar”, conta.

+ Ex-faxineiro fatura alto alugando estandes para estilistas e artesãos

+ Cantora Preta Gil conta quais são seus lugares preferidos na cidade

O posto de figura mais conhecida da feira é da vidente Mãe Dináh, que jura ter previsto o acidente aéreo que matou os integrantes da banda Mamonas Assassinas, em 1996. Hoje, ela atende consultas particulares e apresenta semanalmente um programa na internet. Na Expo Alto Astral, fará cinco sessões em uma sala com capacidade para 100 pessoas. Ao custo de 40 reais, cada participante poderá fazer quatro perguntas sobre assuntos como simpatias e relacionamentos.

Expo Alto Astral 2232 - Cristina Cairo
Cristina Cairo, uma das estrelas do evento: pensamento positivo contra todos os males (Foto: Divulgação)

Zulli afirma que, na preparação da feira, se esmerou para excluir charlatões. “Quem não é sério não dura no mercado.” Um terreno fértil para a sua seleção foi o banco de profissionais da Rádio Mundial, emissora de AM e FM fundada em 1993, com uma programação 100% esotérica e de autoajuda. É o caso do terapeuta holístico Hedvaldo Silva, que venderá ali uma placa energizadora indiana. “Há alguns anos, meu corpo astral saiu de meu corpo físico e tive contato com anjos, que me disseram como construir esse pequeno objeto”, descreve. Nem foi preciso ir até a Índia para iniciar a produção — ele é dono de uma pequena metalúrgica em Indaiatuba. Modo de usar: “Coloca-se a placa em cima do local que está doendo, presa por uma fita adesiva, e ela acelera o processo de cura da célula, até mesmo de um câncer”.

+ Veja alguns dos produtos que serão vendidos na Expo Alro Astral

Engenheiro químico e terapeuta visual, Carlos Maurício Prado é adepto da “ioga para os olhos”, feita com os óculos reticulados que ele venderá na exposição. “Você os usa durante uma hora por dia e os músculos dos olhos começam a trabalhar”, afirma. O produto já foi criticado publicamente pela Sociedade Brasileira de Oftalmologia. Mas Prado insiste: diz que ele próprio se livrou dos 2,5 graus de miopia que tinha. Na feira, o público contará ainda com sala de ioga, espaço para rituais e orações, ambulatório de reiki, tarô, quiromancia, mapa astral, numerologia, leitura da borra de café... Mas o que dizem os astros para Zulli sobre sua mais nova empreitada? “As previsões são de que a feira será um sucesso.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO