GENTE

Ex-repórter do CQC é hostilizado em protesto na Paulista

Guga Noblat foi chamado de "covarde" em ato contra o governo Dilma

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Guga Noblat
O jornalista Guga Noblat, na época em que trabalhava no CQC (Foto: Divulgação)

O ex-repórter do CQC Guga Noblat foi hostilizado neste domingo (17) por manifestantes que participavam, na Avenida Paulista, de ato contra o governo Dilma.

Vestindo uma camiseta vermelha e com sua bebê no colo, Noblat foi chamado de “covarde” pelo grupo, que também entoava palavras de ordem, como "Fora, petista" e "Vai pra Cuba". “Passei pela Avenida Paulista, voltando para casa, e deu nisso. Mais uma vez fui atacado por um bando de idiotas”, escreveu o jornalista em seu perfil no Facebook.

+ Segunda apresentadora mais antiga da Globo deixa a emissora

“Não evitei a manifestação porque parecia insignificante e não imaginava que seriam tão baixos e doentes a ponto de me atacar, especialmente com um bebe.” Ele também publicou vídeo que mostra o momento em que foi ofendido. Clique aqui para conferir. 

Guga Noblat
Guga Noblat: hostilizado na Paulista (Foto: Reprodução)

Fora da TV aberta, Noblat mantém, no Youtube, o canal O Analfabeto Político, no qual faz reportagens sobre política. Além disso, ele mantém escreve sobre MMA no jornal O Globo

Em novembro do ano passado, quando cobria manifestação a favor do impeachment, Noblat também foi hostilizado por manifestantes, que o chamaram de “comunista financiado pela Dilma”.

Na ocasião, ele foi agredido por um jovem que estava no ato. Questionado sobre qual o motivo do protesto, o rapaz respondeu que o objetivo era “tirar Dilma do poder”.

Noblat afirmou que, se isso ocorresse, o vice assumiria no lugar dela e perguntou se o manifestante sabia o nome da pessoa que ocuparia a Presidência. Neste momento, o jovem empurrou o repórter e deu um tapa em seu microfone. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO