Restaurantes

Ex-funcionário de Jun Sakamoto abre o Aya Japanese Cuisine

Depois de trabalhar dez anos com o habilidoso sushiman, Juraci Pereira inaugura seu próprio restaurante

Por: Arnaldo Lorençato - Atualizado em

Juraci Pereira, chef e sócio do Aya Japanese Cuisine 2233
Pereira: muito à vontade como chef e proprietário (Foto: Fernando Moraes)

Ao longo de uma década, o paulista de Guaraçaí Juraci Pereira, o Jura, teve um mestre excepcional. Aprendeu a arte de elaborar ótimos niguirizushis observando Jun Sakamoto, um dos mais habilidosos sushimen da cidade. Com brilho, o ex-pupilo substituía Sakamoto quando ele se ausentava eventualmente do restaurante e nas noites de sábado. Em maio, Pereira saiu do emprego para abrir o Aya Japanese Cuisine. Na casa, em funcionamento há pouco mais de um mês, tem como sócio-investidor o empresário Roberto Ganme.

+ Os melhores restaurantes japoneses da cidade

+ Blog do Lorençato: Cozinha do Miyabi tem novo comandante

+ Xaveco Virtual: nossa ferramenta para paquerar no Twitter

Ainda que guarde semelhanças de estilo com o ex-patrão, Pereira demonstra personalidade própria. Atrás do balcão frio, oferece sashimis para iniciar a refeição, itens vetados no cardápio de Sakamoto. São deliciosas as porções de cinco fatias de toro (atum gordo; R$ 29,00) e de hamachi (olhete; R$ 22,00). Um pequeno deslize tirou de seus sushis o título de formidáveis. Embora use arroz de qualidade, cozido e temperado na medida, o especialista serviu bolinhos quase quentes e não mornos, como era de esperar.

Aya Japanese Cuisine 2233
Especialidades: merluza ao molho de missô (R$ 48,00) e unidades de sushi de maguro (R$ 9,50) e toro (R$ 13,50) (Foto: Fernando Moraes)

De cobertura, há beijupirá ao limão-siciliano, pargo salpicado de raspas de limão-taiti (R$ 6,50 cada um), polvo levemente picante (R$ 7,50) e atum (R$ 9,50 o maguro; R$ 13,50 o toro; R$ 18,00, com foie gras), entre outras opções. Eles também podem ser pedidos na forma de degustação (R$ 160,00, R$ 190,00 e R$ 230,00). A cozinha expede pratos encantadores, caso da merluza ao molho agridoce de missô (R$ 48,00). No almoço, faz menu executivo a R$ 68,00.

De sobremesa, o suflê de chocolate (R$ 22,00) lembra um petit gâteau na cumbuca. Chega escoltado por sorvete, a exemplo do de chá-verde. Mantém uma atraente oferta de saquês e vinhos.

COMIDA ✪✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO