Crime na Vila Leopoldina

Estudante morta pela sogra será enterrada no interior

Mariana Rodella é de São José do Rio Pardo. Segundo a polícia, ela foi assassinada enquanto estava dormindo

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

Mariana Marques Rodella
Estudante fazia residência médica (Foto: Reprodução)

A estudante Mariana Marques Rodella, assassinada pela sogra na manhã de sexta-feira (7), será enterrada em São José do Rio Pardo, a 250 quilômetros da capital. O crime ocorreu em um apartamento na Vila Leopoldina, Zona Oeste. A médica pediatra Elaine Moreira Munhoz, de 56 anos, matou a nora, o filho e depois se matou, de acordo com a polícia.

+ Filho foi morto com três tiros

Os corpos foram liberados pelo Instituto Médico-Legal (IML) na madrugada deste sábado (8) e o de Mariana seguiu para sua cidade natal por volta das 5h. O local e horário do enterro de Giuliano Landini e sua mãe ainda não foram divulgados. 

Mariana é filha de médicos no interior e estudava medicina em São Paulo. Segundo a polícia, ela dormia quando foi baleada pela sogra com um tiro no ouvido e outro no braço. Giuliano passeava com o cachorro e, quando voltou para casa, se deparou com a cena. Os vizinhos contam ter ouvido gritos de "não, não, não" e depois os estampidos. A mãe matou o filho com três tiros, trancou-se no quarto e cometeu suicídio. 

Elaine Munhoz tinha depressão e, de acordo com o delegado que investiga o caso, estava fazendo terapia. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO