Cidade

Estátua de bronze é furtada de entrada de prédio na região central

Imagem, que ficava em frente ao Edifício Banco das Nações, na Rua 7 de Abril, foi levada por três homens na madrugada de domingo  

Por: Juliana Deodoro - Atualizado em

banco das nacoes antes
Estátua era de bronze e pesava cerca de 70 quilos (Foto: Reprodução/Google Maps)

Apenas uma mancha na parede indica que a entrada do Edifício Banco das Nações, no centro da capital, era ornamentada por uma estátua. A imagem de bronze, de cerca de 70 quilos e que ficava em fernte ao prédio construído na década de 50, foi furtada na madrugada do último domingo (8). Imagens de câmeras de segurança mostram que três homens com uma carroça usaram as próprias mãos para arrancaram a estátua da parede.

+ Restaurante La Frontera, em Higienópolis, sofre arrastão

Na base de granito, restou a inscrição "Poupar, semear, prosperar", lema do antigo banco. "Ela não estava muito fixa, mas ninguém nunca se preocupou muito", afirmou o zelador do prédio, José Fidélis. "Como alguém ia imaginar que roubariam uma estátua desse tamanho?"

Com uma foto da imagem em mãos e aparentando estar chateado, ele dava explicações aos pedestres que lhe perguntavam o que havia acontecido. "Trabalho aqui há 19 anos. Ela era um ponto de referência", dizia.

banco das nacoes
Restou apenas a mancha da estátua na parede (Foto: Juliana Deodoro)

Câmeras de segurança flagraram a ação dos criminosos no domingo. Por volta de 2 horas da manhã, eles pararam uma carroça de madeira na frente o edíficio e retiraram as caixas de papaelão que carregavam. Em poucos minutos e sem muito esforço, puxaram a imagem da parede. Com o papelão, cobriram-na e foram embora.

+ "Supercaveirões” para conter manifestações devem chegar nos próximos dias

O caso foi registrado no 3º Distrito Policial. Investigadores afirmam que a polícia trabalha com duas hipóteses. A primeira, mais provável, é de que ela tenha sido furtada para ser derretida e o bronze vendido.

Há também a possibilidade de ter sido alvo de algum colecionador "excêntrico". A polícia diz estar percorrendo pontos em que carroceiros vendem o que recolhem nas ruas, na tentativa de encontrar a imagem ainda inteira.

Veja abaixo o vídeo que mostra o momento em que a estátua é levada: 

Fonte: VEJA SÃO PAULO