Futebol

Estádio da Portuguesa será leiloado

O time enfrenta dívida estimada em 47,3 milhões de reais resultado de oito processos - sete trabalhistas e um na Justiça comum

Por: Andreza Monteiro - Atualizado em

Estádio Canindé
Em breve, a casa da Lusa poderá mudar de dono, para a tristeza da torcida (Foto: Portuguesa)

O Estádio do Canindé, localizado no bairro do Pari, na região central, será leiloado para pagar dívida estimada em 47,3 milhões de reais resultado de oito processos (sete trabalhistas e um na Justiça comum) contra o time Portuguesa.

O vice-presidente de marketing e comunicações do time, Luiz Filho, confirmou ao site de VEJA SÃO PAULO a decisão judicial, mas não informou a data e nem o valor inicial do prelo. Ele informou que mais informações serão dadas aos torcedores na próxima semana. Ao todo, tramitam na Justiça do Trabalho outros 139 processos contra a Portuguesa. 

Entre os processos trabalhistas já julgados, o mais vultuoso é o movido desde 2002 pelo ex-jogador Tiago de Moraes Barcelos, que exigiu indenização de 5 milhões de reais por débitos. Em 2008, o clube e o jogador chegaram a um acordo, mas a Portuguesa pagou apenas metade do valor combinado o que levou o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) a penhorar parte do terreno onde o estádio está construído. 

+ Quanto seria arrecadado se templos e igrejas da capital pagassem IPTU?

+ Em vídeo: Padaria da Esquina faz autênticos pães e doces portugueses

O time também acumula débito de cerca de 2,2 milhões de reais com a prefeitura referente à falta de pagamento de imposto predial e territorial urbano (IPTU)  desde 2012. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO