O COMEÇO DE UMA GRANDE HISTÓRIA

Esqueça um livro

Compartilhe conhecimento com desconhecidos e faça boas ideias circularem pela cidade 

Por: - Atualizado em

Felipe Brandao
O jornalista Felipe Brandão criou o projeto social Esqueça um Livro, que já movimentou mais de 4 mil obras (Foto: Talita Facchini)

“Você esquece um livro e compartilha conhecimento. Quem encontra, leva para casa e depois esquece também. E o conhecimento se espalha.” É assim que Felipe Brandão, 31, convoca “esquecedores” no site do seu projeto Esqueça um Livro. Para participar, o interessado deve baixar e imprimir um marcador do Esqueça um Livro no site do projeto. Depois, deve "esquecer" uma obra em qualquer ponto da cidade com o marcador. Em seguida, tira uma foto. A imagem precisa ser adicionada no site, com a legenda e o nome do livro, além do autor e local onde o livro foi deixado.

+ Conheça outras histórias inspiradoras

Felipe já planejava realizar esse projeto bem antes de o ver nascer: “Eu já conhecia o bookcrossing, que é este conceito de esquecer um livro em um local público para outra pessoa, e sempre tive vontade de fazer. No ano passado, com a estante repleta de livros, achei que era o momento para dar o pontapé inicial. Criei uma fan page em uma grande rede social para relatar meus ‘esquecimentos’”, conta Felipe. Foi o início de um projeto que não para de ganhar adeptos por todo o Brasil.

O jovem idealizador também organiza eventos em que centenas de livros são esquecidos de uma vez só, por editoras e por participantes. Já foram realizadas ações na Praça Roosevelt, na Paulista e no Elevado Costa e Silva, o Minhocão. “Na primeira edição, esqueci mais de mil livros na Paulista e cerca de 400 pessoas compareceram para trocar e esquecer exemplares”, lembra.

Felipe acredita que já ultrapassou a marca de 4 mil livros esquecidos em seu projeto. Ele acaba de inaugurar a primeira estante fixa do projeto em uma hamburgueria da capital e quer realizar mais palestras e intervenções públicas: “Sonho com um Brasil melhor e que o Esqueça um Livro tenha efeito na vida das pessoas. Esta corrente do bem não pode parar!”, diz.

Nome:  Felipe Brandão​

Profissão:  Jornalista

Atitude transformadora:  Criou o projeto social Esqueça um Livro, que já movimentou mais de 4 mil obras

Fonte: VEJA SÃO PAULO