Crianças

“Quyrey, uma Aventura na Selva” encanta a plateia com acrobacias

Guardadas as devidas proporções, montagem traz semelhanças com o Cirque Du Soleil

Por: Tatiane Rosset

Palhaço - Quyrey, uma Aventura na Selva - 2260
O palhaço Pistolinha: risadas garantidas (Foto: Divulgação)

Depois do sucesso de "A Turma da Mônica no Mundo do Circo", o Circo dos Sonhos recebe em seu picadeiro "Quyrey, uma Aventura na Selva". O novo espetáculo apresenta a história de duas crianças que são transportadas de seu quarto para uma floresta. Na aventura, elas deparam com vários animais, apresentados em números de equilíbrio e acrobacia. Lorena Siqueira, por exemplo, se pendura em cordas para representar uma tigresa.

Contorcionismo - Quyrey, uma Aventura na Selva - 2260
Lorena Siqueira como a tigresa: contorcionismo na corda (Foto: Divulgação)

+ Bob Esponja vive suas aventuras marinhas nos palcos da cidade

+ Até 1º de abril: "A Volta ao Mundo em 80 Dias"

Semelhanças, guardadas as devidas proporções, com o Cirque du Soleil não são meras coincidências. Mas a produção, que reúne sessenta artistas, agrada pelo visual e pela técnica do elenco.

Alfredo Munõz - Monociclo - 2260
Alfredo Muñoz e um dos cinco monociclos: emoção nas alturas (Foto: Divulgação)

Entre os números mais impressionantes, sobressai o do argentino Alfredo Muñoz, que desafia sua estabilidade em cinco monociclos. Já os palhaços Kuxixo, Pistolinha e Tony Tonelada fazem hilárias aparições. Apesar de benfeitos, os truques realizados pelo ilusionista Rodrigo Marinho não chegam a cativar a plateia.

 

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO