drama

Espetáculo “A Noite das Tríbades” estreia nesta sexta (28)

Peça faz parte da mostra que comemora o centenário de morte do dramaturgo sueco August Strindberg

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

A Noite das Tríbades
Nicole Cordery e Norival Rizzo ensaiam uma peça dentro da própria peça no drama A Noite das Tríbades (Foto: Flavio Tolezani)

Parte da mostra que comemora o centenário de morte do dramaturgo sueco August Strindberg (1849-1912), estreia nesta quarta (26), no Sesc Bom Retiro, o espetáculo “A Noite das Tribades”. A peça é uma das oito apresentadas em quatro unidades do Sesc em São Paulo que traçam um panorama do obra do autor, considerado o pai do teatro moderno.

Na história, em uma noite de março de 1889, quatro pessoas se reúnem para ensaiar a peça A Mais Forte, escrita por Strindberg para sua primeira esposa. O dramaturgo está representado na peça, e vive na miséria, sem editor e marginalizado.

Per Olov Enquist, responsável pelo texto de A Noite das Tríbades, cria um jogo erótico ambíguo, misturando fatos e personagens reais com ficção. A peça aos poucos vai tecendo uma interpelação a respeito da gênese de A Mais Forte e desvenda o que teria acontecido no que é denominado de "A Noite das Tríbades".

Enquist funde sua visão com a do seu protagonista real: a convivência humana está condenada ao fracasso. Strindberg é apresentado, portanto, como um homem solitário, presunçoso, amedrontado, amoroso, contraditório e sensível. Um alquimista perplexo diante dos arquétipos do feminino e do masculino.

Clique para mais informações sobre a peça

Fonte: VEJA SÃO PAULO