Cidade

CET instala espelho em ponto cego da ciclovia do Minhocão

Faixas de sinalização no piso também foram pintadas na via inaugurada no dia 8 de agosto

Por: Estadão Conteúdo

ciclovia - Minhocão
Ciclovia construída sob o Minhocão faz a ligação entre a Barra Funda à Praça Rossevelt, no Centro (Foto: Dario Oliveira/Folhapress)

A prefeitura de São Paulo começou a pintar faixas de sinalização no piso da ciclovia embaixo do Elevado Costa e Silva e a instalar espelhos em cada um dos lados das pilastras para que as pessoas vejam quem está vindo atrás das estruturas. A medida tem o objetivo de evitar os pontos cegos da ciclofaixa, cuja reforma na parte debaixo do Minhocão custou 7,6 milhões de reais aos cofres públicos.

+ Ciclovia sob o Minhocão é inaugurada com ato pelo fim do elevado

Antes mesmo da Companhia de Engenharia de Tráfego inaugurar a pista de 3,5 quilômetros, o órgão precisou fazer adequações que não estavam previstas, como grades de proteção para passageiros do transporte público perto dos pontos de ônibus: pedestres e ciclistas entravam em conflito nas áreas de embarque e desembarque. O prefeito Fernando Haddad chegou a dizer que os dois saberiam "se resolver". A inauguração oficial foi no dia 8 de agosto.

+ Indícios reforçam versão de ciclista, diz delegado

Dez dias após a abertura da via para ciclistas, a morte de um idoso de 78 anos reacendeu a polêmica em torno da ciclovia do Minhocão. O zelador Florisvalo Carvalho Rocha foi atropelado e morto. Segundo as investigações da polícia, o pedestre atravessou fora da faixa, enquanto o ciclista trafegava pela pista do corredor de ônibus.

Fonte: Estadão Conteúdo