Cinema

As melhores escolhas em duas mostras na cidade

Indicamos três filmes que valem ser revistos na 14ª Retrospectiva do Cinema Brasileiro e na Mostra o Cinema de Maurice Pialat

Por: Miguel Barbieri - Atualizado em

Somos Tão Jovens
Thiago Mendonça interpreta Renato Russo, o líder da banda Legião Urbana, no longa Somos Tão Jovens (Foto: Divulgação)

Com tantas mostras e festivais em cartaz na cidade, fica difícil saber qual acompanhar e, principalmente, qual filme assistir. Para facilitar o seu trabalho, selecionamos três boas escolhas - duas na 14ª Retrospectiva do Cinema Brasileiro e uma na Mostra O Cinema de Maurice Pialat. Confira:

Somos Tão Jovens

Destaque da Retrospectiva do Cinema Brasileiro, Somos Tão Jovens estreou em maio e conquistou mais de 1,7 milhão de espectadores. Embora a cinebiografa de Renato Russo (1960-1996) tenha alguns deslizes, o protagonista, Thiago Mendonça ,arrasou ao reviver de corpo e alma o líder da Legião Urbana. O longa-metragem terá sessão no CineSesc, na sexta (20), às 21h. Ingressos a R$ 10,00.

Serra Pelada
Os atores Juliano Cazarré e Júlio Andrade partem de São Paulo em busca de ouro no longa Serra Pelada (Foto: Divulgação)

Serra Pelada

Eis aqui uma oportunidade para conferir Serra Pelada, um dos mais caprichados flmes de 2013, também na Retrospectiva do Cinema Brasileiro. Juliano Cazarré, em uma de suas melhores atuações, e Júlio Andrade interpretam amigos que partem de SãoPaulo em busca de ouro no garimpo de Serra Pelada, no início da década de 80. Agende-se: o longa-metragem é cartaz de sábado (21), às 21h, no CineSesc.

Van Gogh
Jacques Dutronc interpreta o pintor impressionista no longa 'Van Gogh' (Foto: Divulgação)

Van Gogh

O drama Van Gogh faz um registro dos últimos 67 dias da vida do pintor impressionista (papel de Jacques Dutronc). Trata-se de uma realização classuda do diretor francês Maurice Pialat, que tem repassada sua carreira até o dia 29 no Centro Cultural Banco do Brasil (Rua Álvares Penteado,112, centro, ① Sé). Há duas chances para ver: neste sábado (14), às 18h30, e na sexta (20), às 16h. O ingresso custa R$ 4,00.

  • A Retrospectiva do Cinema Brasileiro, em cartaz no CineSesc (Rua Augusta, 2075) até o dia 30 de dezembro, reprisa 57 filmes. Entre as boas pedidas está Para Minha Amada Morta, suspense dramático estrelado por Lourinelson Vladmir e Fernando Alves Pinto, programado para sexta (9/12), às 21h30. De 1º a  30/12/2016. Confira a programação: Quinta, 1º de dezembro 15h - A Frente Fria que a Chuva Traz (2015), Neville D’Almeida 17h - Miller & Fried - As Origens do País do Futebol (2016), de Luiz Ferraz 19h – Califórnia (2015), de Marina Person 21h30 – Geraldinos (2015), de Pedro Asbeg e Renato Martins Sexta, 2 de dezembro 15h - O Roubo da Taça (2016), de Caito Ortiz 17h - De Onde Eu te Vejo (2014), de Luiz Villaça 19h - Do Pó da Terra (2016), de Mauricio Nahas 21h30 - Boi Neon (2015), de Gabriel Mascaro Sábado, 3 de dezembro 15h – Fome (2015), de Cristiano Burlan 17h – Paratodos (2017), de Marcelo Mesquita 19h - Nise - O Coração da Loucura (2015), de Roberto Berliner 21h30 - Tudo Que Aprendemos Juntos (2015), de Sérgio Machado Domingo, 4 de dezembro 15h - 1976: O Ano da Invasão Corinthiana (2016), de Ricardo Aidar e Alexandre Boechat 17h - 5x Chico - O Velho e Sua Gente (2015), de Gustavo Spolidoro, Ana Rieper, Camilo Cavalcante, Eduardo Goldestein e Eduardo Nunes 19h - Lua em Sagitário (2015), de Marcia Paraiso 21h30 – Yorimatã (2014), de Rafael Saar Segunda, 5 de dezembro 15h - Trago Comigo (2015), de Tata Amaral 17h - Sinfonia da Necrópole (2014), de Juliana Rojas 19h - Chico – Artista Brasileiro (2015), de Miguel Faria Jr. 21h30 - Baile de Formatura (2016), de Lufe Steffen Terça, 6 de dezembro 15h - Love Snaps (2016), de Daniel Ribeiro e Rafael Lessa 17h - O Silêncio do Céu (2016), de Marco Dutra 19h - Mais Forte que o Mundo (2016), Afonso Poyart 21h30 - Ela Volta na Quinta (2014), de André Novais Oliveira Quarta, 7 de dezembro 15h - Aquela rua tão Triumpho (2016), de Gabriel Carneiro 15h - Mate-me, Por Favor (2015), de Anita Rocha da Silveira 17h - Ponto Zero (2015), de José Pedro Goulart 19h - Menino 23 - Infâncias Perdidas no Brasil (2016), de Belisario Franca 21h30 – Ausência (2014), de Chico Teixeira Quinta, 8 de dezembro 15h - Beira-Mar (2015), de Filipe Matzembacher e Marcio Reolon 17h – Ralé (2015), de Helena Ignez 19h - 82 Minutos (2014), de Nelson Hoineff 21h30 - Se Deus Vier Que Venha Armado (2015), de Luis Dantas Sexta, 9 de dezembro 15h - Aquela rua tão Triumpho (2016), de Gabriel Carneiro 15h - O Último Poema (2015), de Mirela Kruel 17h - Big Jato (2014), de Claudio Assis 19h - Oração Do Amor Selvagem (2015), de Chico Faganello 21h30 - Para Minha Amada Morta (2015), de Aly Muritiba Sábado, 10 de dezembro 15h - Love Snaps (2016), de Daniel Ribeiro e Rafael Lessa 15h - Chatô – O Rei do Brasil (2015), de Guilherme Fontes 15h - Histórias de Alice (2009), de Oswaldo Caldeira 17h - Mãe Só Há Uma (2016), de Anna Muylaert 19h - Um Namorado para Minha Mulher (2014), de Julia Rezende 21h30 – Aquarius (2016), de Kleber Mendonça Filho Domingo, 11 de dezembro 17h - Califórnia (2015), de Marina Person 19h - Samba & Jazz (2014), de Jefferson Mello 21h30 - De Onde Eu te Vejo (2014), de Luiz Villaça Segunda, 12 de dezembro 15h - Campo Grande (2015), de Sandra Kogut 17h - O Gigantesco Ímã (2014), de Petrônio Lorena e Tiago Scorza 19h - Imagens do Inconsciente: Fernando Diniz – Em busca do espaço cotidiano (1984), de Leon Hirszman 21h30 - Nise - O Coração da Loucura (2015), de Roberto Berliner Terça, 13 de dezembro 15h - Quanto Tempo o Tempo Tem (2015), de Adriana L. Dutra 17h - Amores Urbanos (2015), de Vera Egito 19h - Imagens do Inconsciente: Adelina Gomes – No Reino das Mães (1984), de Leon Hirszman 21h30 - Hestórias da Psicanálise - Leitores de Freud (2015), de Francisco Capoulade Quarta, 14 de dezembro 15h - Tudo Que Aprendemos Juntos (2015), de Sérgio Machado 17h - Oração Do Amor Selvagem (2015), de Chico Faganello 19h - Imagens do Inconsciente: Carlo Pertuis – A Barca do Sol (1984), de Leon Hirszman 21h30 - A Loucura Entre Nós (2015), de Fernanda Vareille Quinta, 15 de dezembro 15h - Menino 23 - Infâncias Perdidas no Brasil (2016), de Belisario Franca 17h - Ausência (2014), de Chico Teixeira 19h - Yorimatã (2014), de Rafael Saar 21h30 - 1976: O Ano da Invasão Corinthiana (2016), de Ricardo Aidar e Alexandre Boechat Sexta, 16 de dezembro 15h - Uma Noite em Sampa (2016), de Ugo Giorgetti 17h - Mais Forte que o Mundo (2016), Afonso Poyart 19h - Beira-Mar (2015), de Filipe Matzembacher e Marcio Reolon 21h30 - Mãe Só Há Uma (2016), de Anna Muylaert Sábado, 17 de dezembro 15h - Cidade de Deus - 10 Anos Depois (2013), de Cavi Borges e Luciano Vidigal 17h - O Escaravelho do Diabo (2016), de Carlo Milani 19h - Ralé (2015), de Helena Ignez 21h30 - O Silêncio do Céu (2016), de Marco Dutra Domingo, 18 de dezembro 15h - Ponto Zero (2015), de José Pedro Goulart 17h - Trago Comigo (2015), de Tata Amaral 19h - Boi Neon (2015), de Gabriel Mascaro 21h30 - A Frente Fria que a Chuva Traz (2015), Neville D’Almeida Segunda, 19 de dezembro 15h - Vidas Partidas (2016), de Marcos Schechtman 17h - Do Pó da Terra (2016), de Mauricio Nahas 19h – Marginal (2016), de Alex Miranda Terça, 20 de dezembro 15h - Chico – Artista Brasileiro (2015), de Miguel Faria Jr. 17h - Samba & Jazz (2014), de Jefferson Mello 21h30 - 82 Minutos (2014), de Nelson Hoineff Quarta, 21 de dezembro 15h - Paratodos (2017), de Marcelo Mesquita 17h - Ela Volta na Quinta (2014), de André Novais Oliveira 19h - Para Minha Amada Morta (2015), de Aly Muritiba Quinta, 22 de dezembro 15h - Se Deus Vier Que Venha Armado (2015), de Luis Dantas 17h - Chatô – O Rei do Brasil (2015), de Guilherme Fontes 19h - O Roubo da Taça (2016), de Caito Ortiz 21h30 - Campo Grande (2015), de Sandra Kogut Sexta, 23 de dezembro 15h - O Escaravelho do Diabo (2016), de Carlo Milani 17h - Geraldinos (2015), de Pedro Asbeg e Renato Martins 19h - Amores Urbanos (2015), de Vera Egito 21h30 - Aquarius (2016), de Kleber Mendonça Filho Segunda, 26 de dezembro 15h - Um Namorado para Minha Mulher (2014), de Julia Rezende 17h - Hestórias da Psicanálise - Leitores de Freud (2015), de Francisco Capoulade 19h - Miller & Fried - As Origens do País do Futebol (2016), de Luiz Ferraz 21h30 - O Shaolin do Sertão (2016), de Halder Gomes Terça, 27 de dezembro 15h - Marginal (2016), de Alex Miranda 17h - A Loucura Entre Nós (2015), de Fernanda Vareille 19h - O Último Poema (2015), de Mirela Kruel Quarta, 28 de dezembro 15h - Lua em Sagitário (2015), de Marcia Paraiso 17h - Cidade de Deus - 10 Anos Depois (2013), de Cavi Borges e Luciano Vidigal 19h - Quanto Tempo o Tempo Tem (2015), de Adriana L. Dutra 21h30 - Big Jato (2014), de Claudio Assis 21h30 - Uma Noite em Sampa (2016), de Ugo Giorgetti Quinta, 29 de dezembro 15h - 5x Chico - O Velho e Sua Gente (2015), de Gustavo Spolidoro, Ana Rieper, Camilo Cavalcante, Eduardo Goldestein e Eduardo Nunes 17h - Histórias de Alice (2009), de Oswaldo Caldeira 19h - O Gigantesco Ímã (2014), de Petrônio Lorena e Tiago Scorza 21h30 - Sinfonia da Necrópole (2014), de Juliana Rojas Sexta, 30 de dezembro 15h - O Shaolin do Sertão (2016), de Halder Gomes 19h - Fome (2015), de Cristiano Burlan 17h - Vidas Partidas (2016), de Marcos Schechtman 21h30 - Mate-me, Por Favor (2015), de Anita Rocha da Silveira
    Saiba mais
  • Para encerrar sua programação de cinema em 2013, o Centro Cultural Banco do Brasil apresenta uma retrospectiva de peso. O Cinema de Maurice Pialat, que começa na quarta (11/12), traz a filmografa completa do diretor francês, conhecido por trabalhos à margem do conservadorismo. Até o dia 29, haverá a projeção de dez longas e seis curtas-metragens de Maurice Pialat (1925-2003), incluindo Sob o Sol de Satã, vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes em 1987. Embora tenha trabalhado com grandes astros, sua carreira ficou marcada pelas fitas de tom realista e improviso nas filmagens. O drama romântico Loulou (1980), agendado para sexta (13/12), às 19h30, flagra a paixão de uma burguesa casada (Isabelle Huppert) por um ex-presidiário (Gérard Depardieu). De 11 a 29/12/2013.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO