Mistérios da Cidade

Escola de música estreia órgão positivo (portátil)

Peça do Emesp é avaliada em 66 000 reais

Por: Marcelo Moura - Atualizado em

Emesp estreia órgão positivo 2179
(Foto: Renata Franco/Smc)

A Escola de Música do Estado de São Paulo (Emesp) estreia neste domingo (22), às 16 horas, na Capela do Colégio Santa Marcelina, em Perdizes, seu órgão positivo, avaliado em 66 000 reais. “Positivo”, nesse caso, significa portátil. Com mais de 150 tubos de madeira concentrados em um gabinete com menos de 2 metros de largura, ele consegue levar o som dos órgãos de igreja para outros espaços. Inventado no fim do século XVI, esse instrumento é usado na execução de obras barrocas, como composições de Bach e Händel. “Só existe um órgão positivo no Brasil com o mesmo nível de qualidade, mas está quebrado”, diz Alessandro Santoro, professor da Emesp.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO