Gente

"Não faço vídeos contra nenhum grupo", diz Jout Jout sobre página desativada

Perfil da youtuber no Facebook ficou dois dias fora do ar e foi restabelecido no começo da tarde desta quarta (4)

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

jout jout
Youtuber Jout Jout teve a página do Facebook desativada  (Foto: Reprodução / Facebook)

A jornalista fluminense Julia Tolezano, a Jout Jout, teve a sua página do Facebook desativada na segunda-feira (2). Em entrevista a VEJA SÃO PAULO, a dona do canal do YouTube “Jout Jout Prazer”, com mais de 420 000 inscritos, disse que o site foi reportado como falso e que não sabe quem teria feito isso. Somente no fim da tarde desta quarta (4) o perfil voltou ao ar. 

+ Blogueira se autodesmascara e decide contar a verdade sobre suas fotos de musa fitness

Os seguidores de Jout Jout acreditam que um vídeo específico da youtuber sobre assédio sexual, postado no dia 27 e intitulado “Vamos fazer um escândalo”, tenha provocado um "derrubaço" - uma ação combinada de centenas de pessoas que denunciam aquele conteúdo como falso ou impróprio, obrigando o Facebook a tirá-lo do ar. 

"Não dá para saber a causa exata", comentou Julia. "Eu só sei que não faço vídeos contra um grupo específico, mas a favor de outro", disse a respeito do vídeo que incentiva mulheres a não se calarem quando forem vítimas de abuso.  

A postagem teve mais de um milhão de visualizações no Youtube e diversos compartilhamentos no Facebook. A teoria dos fãs da fluminense é que grupos machistas tenham denunciado a página, culminando na desativação.

Procurado o Facebook enviou uma nota esclarecendo o ocorrido. "Após tomarmos conhecimento de algumas situações envolvendo páginas na plataforma, fizemos uma revisão detalhada e detectamos que a página da Jout Jout Prazer foi removida por um erro de avaliação de uma denúncia", declararam.  

joutjout2
(Foto: Reprodução / Twitter)

+ Jout Jout e outros "vloggers" se reúnem em festa do YouTube em São Paulo nesta quinta (5)

No mesmo dia em que o Facebook de Jout Jout saiu do ar, um outro perfil, "Feminismo sem demagogia", também foi desativado sem aviso prévio. As duas páginas são conhecidas por postar conteúdo de apoio à igualdade de gênero e contra o machismo. 

+ Luciana Gimenez publica foto com o filho Lucas e garoto surpreende pela semelhança com Mick Jagger

joutjout
(Foto: Reprodução / Twitter)

Julia será uma das estrelas da FanFest organizada pelo YouTube nesta quinta (5) em São Paulo. Ao lado de Danielle Noce, do I Could Kill For Dessert, e Gregorio Duviver, do canal Porta dos Fundos, vai dar autógrafos e posar para fotos com fãs. 

+ Confira as últimas notícias 

A jornalista também se pronunciou pelo Facebook assim que sua fanpage voltou à ativa. "Segundo o suporte do Facebook, (a página saiu do ar) devido a várias denúncias de que era fake. E isso tudo ocorreu numa suposta "guerra" entre páginas aqui no Facebook. Tudo entre hipóteses e incertezas, vai saber", afirmou. "Não sei por que se voltaram contra minha página. Não tenho certeza dos motivos nem de quem se sentiu motivado. Só sei que não vou me calar. Melhor: não VÃO me calar". 

Fonte: VEJA SÃO PAULO