Entrevista

"Vou realizar a Marcha para Jesus em Israel", afirma Bispa Sonia

Evento está programado para outubro deste ano e tem tomado a agenda de uma das líderes da Igreja Renascer

Por: João Batista Jr. - Atualizado em

Capa 2288 - Sonia Hernandes
A bispa Sonia Hernandes, da Igreja Renascer (Foto: Marcio Fernandes)

A Bispa Sonia está bastante ocupada. Não apenas com seus programas de rádio e TV ou com os cultos que ministra. Ela está às voltas com a organização da 1º Marcha para Jesus em Israel, a ser realizada em outubro deste ano na Galileia. Ao lado do marido, o apóstolo Estevam Hernandes, criadores da Igreja Renascer em Cristo, ela tenta replicar o sucesso da marcha paulistana, que ocorre anualmente em julho (a Renascer diz que reúne 5 milhões de pessoas, já o instituo Datafolha diz que 335 000 pessoas compareceram ao evento de 2012). Assim como promover flash mobs evangélicos com a pastora e bailarina Carol Marrul, essa é uma das tentativas de voltar a crescer. Depois de prisão do casal Hernandes nos Estados Unidos e do desabamento de um templo no Cambuci, a Renascer encolheu: passou de 1 000 para 600 templos no Brasil. Leia a seguir entrevista com Sonia Hernandes:

Já participou de algum flash mob evangélico organizado pela Renascer? Acompanho pelas fotos postadas no Instagram, mas pessoalmente ainda não fui. É um evento lindo, faz muito sucesso. Aliás, eu criei o Instagram há seis meses para me conectar com um universo maior. Mas não sou em quem posto todas as fotos, minhas assessoras dão uma ajuda.

A senhora sabe dançar? Nosso país é um país de gente que dança, então posso dizer que dou alguns passinhos. Na realidade, eu gosto da alegria e da celebração.

Qual é sua cantora predileta? Eu conheço tantas pessoas, vou ser injusta se citar poucos nomes. Mas eu amo a Aline Barros, de quem eu fui madrinha de casamento, e a Fernanda Brum também. Nossa, a Fernanda não podia ter filho, daí ela foi em um congresso de mulheres onde eu ministrei. Deus visitou tremendamente esse evento. Depois disso, Isaac, filho dela, nasceu. Mais que uma afinidade musical, temos história de vida.

Tem um ritmo favorito? Adoro todos eles, do tango ao rap. A música é inclusiva. Em qualquer lugar onde tem música, as pessoas querem fazer a mesma coreografia e ficam juntas. Um exemplo é esse fenômeno do cantor coreano PSY, todo mundo quer dançar igual.

Há planos de levar a Marcha para Jesus para Israel? Sim, vou realizar a 1º Marcha para Jesus em Israel em outubro deste ano. Será na Galileia. Vamos levar fieis do Brasil, dos Estados Unidos e de mais onde eles quiserem ir. Estamos fazendo contatos com agências para viabilizar caravanas, vamos receber muitas pessoas. Iremos gravar o CD do Renascer Praise 18, com músicas de louvor. O Thalles Roberto, atual principal cantor gospel do país, irá participar da marcha em Israel. Fizemos uma parceria com o canal americano TBN, que tem estúdio em Jerusalém, para gravarmos nossos programas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO