Bares

Endereços que servem drinques em garrafinhas

Astor, NOH e The Meatball House entram na onda de utilizar minifrascos

Por: Saulo Yassuda

The Meatball House
Frasco de xarope: elixir faca na vaca (cachaça com abacaxi, sucos cítricos, xarope de especiarias, licores de ervas, vinho branco e água de coco) (Foto: Ricardo Bozza)

Servir drinques em minigarrafas virou mania em três bares paulistanos. Confira: 

Astor Food Truck - O clássico negroni (partes iguais de gim, vermute tinto e Campari) é armazenado em uma garrafinha decorada (R$ 25,00). Basta abrir e despejar o conteúdo em copo com gelo e fatias de laranja. A bebida foi lançada na filial “móvel” do bar Astor, instalada até sexta (28) na cobertura do Shopping Cidade Jardim. Com o sucesso, a matriz, na Vila Madalena, também aderiu à embalagem.

Astor Food Truck
Garrafinha decorada: negroni (partes iguais de gim, vermute tinto e Campari)  (Foto: Fernando Moraes)

NOH - Vidrinhos de apenas 10 mililitros guardam o raiden, coquetel servido em doses “homeopáticas”, a R$ 6,00 cada uma. Trata-se de um mix de rum de maçã com infusão de ervas amazônicas e vermute doce. Para beber, deve-se bochechar o líquido antes de  engolir — segundos depois, você sentirá seu palato adormecido. 

Noh
Raiden: rum de maçã e ervas (Foto: Divulgação)

The Meatball House - Servido em frasco que lembra o de xarope, o elixir faca na vaca (R$ 27,00) leva cachaça com abacaxi, sucos cítricos, xarope de especiarias, licores de ervas, vinho branco e água de coco. À mistura, o barman Márcio Silva junta leite e faz uma filtragem (processo de clarificação). O drinque deve ser tomado em copo com gelo, manjericão e canela em pau.

Fonte: VEJA SÃO PAULO