Polêmica

Em vídeo, Silas Malafaia ataca campanha do Boticário

Pastor convocou "pessoas de bem" a boicotar campanha e disse que existe uma "gama de empresas fazendo propaganda da relação gay"

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Boticário
Comercial foi alvo de protestos de apoio e repúdio na internet (Foto: Reprodução YouTube)

A campanha de Dia dos Namorados da rede O Boticário, que mostra casais homossexuais, tem provocado uma série de comentários de apoio e repúdio na internet, principalmentes nas redes sociais. E, obviamente, o pastor Silas Malafaia entrou na onda de protestos contrários à ação da marca.

+ Xuxa diz que usava minissaia contra sua vontade na Rede Globo

Em vídeo postado em seu canal do Youtube nesta terça (2), Malafaia condenou o comercial. "Existe uma gama de empresas agora fazendo propaganda da relação gay; eu sou contra e é um direito meu", argumentou. Ele ainda disse que todas as "pessoas de bem" devem se unir contra companhias que apresentam alternativas à "família milenar".

+ Ex-repórter da Record nega carreira pornô e ameaça processar sites

"Eu tenho o direito de preservar macho e fêmea, porque esta é a história da civilização humana", completou Malafaia em seu protesto.

Conar

Nesta terça-feira (2), o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) informou que abriu um processo para julgar a propaganda do Boticário. De acordo com o órgão, foram recebidas mais de vinte reclamações de consumidores que consideraram a peça "desrespeitosa à sociedade e à família". Não há data para o julgamento.

Fonte: VEJA SÃO PAULO