Política

Lobão ironiza ministro da Defesa em rede social

Mensagem publicada no Facebook foi uma resposta a Jacques Wagner, que incluiu o músico no time dos que "torcem contra o Brasil"

Por: Veja São Paulo

Lobão - Avenida Paulista
Lobão: críticas ao governo da presidente Dilma Rousseff (Foto: Mariana Topfstedt/Sigmapress/Folhapress)

O músico Lobão voltou a protagonizou mais uma polêmica nessa quarta (26). Após ser citado pelo ministro da Defesa Jacques Wagner em um grupo de personalidades que "colocam suas ambições eleitorais acima da estabilidade institucional do país", o artista, conhecido por sua postura contra o governo, usou seu perfil no Facebook para responder.

Com plateia inflamada, Lobão canta 'Dilma bandida' em show

Segundo ele, nomes como José Dirceu (que apareceu na postagem com uniforme de presidiário), Fidel Castro e Evo Morales fazem parte do “time do PT”. O texto de Lobão é uma sátira com a declaração de Jacques Wagner, que disse que o cantor, Aécio Neves, Ronaldo Caiado e Paulinho da Força Sindical jogam no time que “torce contra o Brasil”.

Datena dá mais um passo para ser candidato à prefeitura

Na página de Lobão, aparecem fotos de personalidades que criticam fortemente o governo, como Danilo Gentilli e Romeu Tuma Júnior.

+ Kim Kataguiri provoca Geraldo Alckmin no Twitter

"A favor do time democrático Brasil sem PT, bate panela, não aceita ser mais roubado, não aceita foro de São Paulo, não aceita intimidação de países comunistas que ameaçam invadir o Brasil onde 93% da população estão sendo chamados de golpistas. Não aceita que Janot blinde Dilma que foi citada por onze vezes junto com seus colegas e até hoje e pela democracia do PT não foi denunciada. Não aceita viver o maior escândalo de corrupção da história de um país democrático", escreveu Lobão.

+ Confira as últimas notícias da cidade

Fonte: VEJA SÃO PAULO