Especial

Elza Balbi Fernandez, 104 anos

Católica praticante, ela atribui sua longevidade saudável a Deus

Por: Giuliana Bergamo - Atualizado em

Elza Balbi Fernandez_2164
Elza nasceu em São Vicente de Minas (MG), em 22/6/1905; tem três filhos e quatro netos (Foto: Fernando Moraes)

Os filhos de Elza Balbi Fernandez, Antônio e Cândido, são orgulhosos da vitalidade da mãe. Ao lado dela, pedem para que a senhora de 104 anos dê mostras da memória invejável. “Mãe, qual é a data de nascimento dos seus filhos?”, pergunta o caçula, Antônio. E ela responde uma a uma, sem titubear. Em seguida, eles contam suas façanhas.

Há três anos, já uma centenária, Elza teve de se submeter a um exame bastante invasivo, o cateterismo. Os médicos fizeram Cândido e Antônio assinar um termo responsabilizando-se por uma possível morte da paciente, tamanho o risco do procedimento. “E eu sobrevivi”, comemora.

Católica praticante, ela atribui sua longevidade saudável a Deus. “Minha mãe reza o terço diversas vezes por dia, com uma fé e concentração impressionantes”, diz Cândido. “Não tenho dúvida de que esse hábito trouxe benefícios à sua saúde.”

Ajudada por sua fé religiosa, Elza conseguiu se recuperar do baque vivido depois da morte do filho primogênito, que era portador de uma doença psiquiátrica e viveu com ela até morrer, há cinco anos. Quando quebrou um braço numa queda, aos 98 anos, mudou-se para uma clínica para idosos. Lá, tem amigos e outras coisinhas. O último paquera era vinte anos mais novo, mas está internado. “Sabe como é, os namorados da mamãe não duram muito”, lamenta Antônio.

Fonte: VEJA SÃO PAULO