Eleições

Qual o plano para captar mais eventos para São Paulo?

Confira as respostas de Geraldo Alckmin (PSDB), Paulo Skaf (PMDB) e Alexandre Padilha (PT) para a pergunta da fundadora da rede Blue Tree Hotels, Chieko Aoki, sobre turismo 

Por: Sérgio Ruiz Luz, Mauricio Xavier e Alexandre Nobeschi

Pavilhão de Exposições do Anhembi
Pavilhão de Exposições do Anhembi: Centro de Convenções do Anhembi: espaço insuficiente para abrigar todos os eventos da capital (Foto: Divulgação)

Geraldo Alckmin: Nós temos setenta instâncias turísticas. A ideia é ampliar esse circuito, pois há muita coisa ainda a ser explorada no estado. Temos cachoeiras, rios, artesanato, cultura, gastronomia. É uma área estratégica, pois gera muito emprego.

Paulo Skaf: O que São Paulo precisa é de um grande centro de eventos. O Anhembi não tem ar condicionado, as empresas são obrigadas a construir um castelo no estande para instalar sistema refigerado, fica muito mais caro. Outra é a questão da mobilidade urbana, você desce no aeroporto de Guarulhos e fica duas horas na Marginal, é uma vergonha não ter ligação por trilhos.

Alexandre Padilha: É preciso expandir o turismo para o todo o interior. O estado tem um potencial turístico muito grande. No interior, por exemplo, precisamos incentivar o ecoturismo, o turismo religioso. Junto a isso, é necessário melhor a malha ferroviária. Colocar trens de passageiros confortáveis e seguros para a população. Na capital, o turismo de negócios é forte e isso deve ser mantido. Se tiver mais segurança, haverá mais turistas. 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO