Arte urbana

Eduardo Kobra apresenta novo mural em Pinheiros

Artista pintou uma releitura do Viaduto Santa Ifigênia em muro da Igreja do Calvário, na Rua Henrique Schaumann

Por: Bruna Ribeiro - Atualizado em

mural Eduardo Kobra Pinheiros Igreja do Calvário
Pintura começou a ser feita no dia 7 de agosto (Foto: Eduardo Kobra)

O artista plástico Eduardo Kobra finalizou um novo mural no paredão que cerca a Igreja do Calvário, na Rua Henrique Schaumann, em Pinheiros. Iniciada no dia 7 de agosto, a obra retrata o Viaduto Santa Ifigênia.

Segundo Kobra, o painel representa dois momentos diferentes da história. "Há a releitura de uma imagem do viaduto, no início do século, e também uma cena atual, com pessoas caminhando", explica. Para ele, essa é uma maneira de estimular as pessoas a pensarem em soluções para melhorar a cidade. "É preciso refletir sobre a importância de amar São Paulo, preservá-la e torná-la cada dia mais bela. A obra será bastante colorida para deixar o ambiente mais divertido."

Painel Kobra Lenovo
Imagem de Viaduto da Santa Ifigênia: escolhida por internautas para ocupar o muro da Igreja do Calvário, na Rua Henrique Schaumann (Foto: Divulgação)

Uma imagem da Rua Direita em 1905, em preto e branco, também feita por Kobra, ocupava o mesmo muro de 40 metros X 6 metros há cinco anos. Entre três opções desenhadas por ele, o novo painel foi escolhido pelos internautas em uma votação no site da empresa Lenovo, que patrocina o projeto. O desenho venceu com 35,7% dos votos, contra uma figura que representava brincadeiras antigas de crianças, como peão e bolinha de gude, e um painel que reunia diversas obras em tela do artista. "O viaduto era meu xodó. Ainda bem que as pessoas o escolheram", comemora Kobra.

Vandalismo

Outro mural com grafites de Kobra foi alvo de vandalismo, em um muro lateral da mesma igreja, em frente à Praça Benedito Calixto. Tinta amarela foi jogada no rosto de uma personagem da obra que é uma releitura do Monumento às Bandeiras. Segundo o artista, o ato não foi realizado por pichadores, mas por alguém que queria estragar o trabalho. "Estou pintando um painel aqui em Los Angeles e devo voltar na próxima semana. Vou fazer a restauração assim que chegar a São Paulo", diz o artista.

Fonte: VEJA SÃO PAULO