Cinema

Sexta (23)

É Tudo Verdade: confira a programação do primeiro dia de festival

Por: Bruno Machado - Atualizado em

Tropicália-é tudo verdade
Cena de "Tropicália", de Marcelo Machado: longa abriu a edição 2012 de É Tudo Verdade (Foto: Divulgação)

CineSesc

15h00 – Tonia e Seus Filhos (Polônia, 57 min.) – COMPETIÇÃO INTERNACIONAL

Mãe é obrigada a deixar seus dois filhos num orfanato para cumprir pena numa prisão, acusada de colaborar com a espionagem norte-americana.

16h00 – É na Terra, Não É na Lua (Portugal, 186 min.) – COMPETIÇÃO INTERNACIONAL – LONGAS

Na Ilha do Corvo (parte do arquipélago dos Açores), vivem cerca de 440

pessoas, em casas abrigadas nas encostas vulcânicas.

19h00 – ½ Revolução (Dinamarca, 72 min.) – COMPETIÇÃO INTERNACIONAL

Um grupo de amigos testemunham os primeiros protestos na Praça Tahrir, no

Cairo, para o afastamento do ditador Hosni Mubarak, há 30 anos no poder.

Entre eles, os diretores deste filme, o egípcio Karim El Hakim e o dinamarquês

de origem palestina Omar Shargawi.

21h00 – Tropicália (Brasil, 87 min.) – FILME DE ABERTURA

Filme narra, através de registros, alguns deles raros, a trajetória da Tropicália, movimento artístico brasileiro do fim da década de 1960 liderada por Gilberto Gil e Caetano Veloso.

Cinemateca 14h00 – Os Arquivos (Porto Rico/Espanha, 80 min.) – FOCO LATINO-AMERICANO

Arquivos secretos espanhóis vem à tona demonstrando a crueldade da guerra de independência entre Espanha e Porto Rico.

16h00 – Crise (Grécia, 62 min.) – O ESTADO DAS COISAS

Compilação de 27 pequenos documentários disponíveis na internet. Os filmes relatam a situação social da Grécia que, desde 2010, passa por uma crise econômica sem precedentes.

18h00 – Trabalhe Muito, Aposte Alto (Alemanha, 90 min.) – O ESTADO DAS COISAS

Documentário critica as táticas utilizadas por grandes empresas para extrair o máximo de produtividade de seus funcionários.

20h00 – Duch, O Mestre das Forjas do Inferno (França, 103 min.) – PROGRAMAS ESPECIAIS

Registro da trajetória sobre Kaing Guek Eav, o Duch, secretário do partido Khmer Vermelho, conhecido por torturas e execuções sistemáticas. Calcula-se que o partido tenha matado mais de 12 mil pessoas no Camboja.

Centro Cultural Banco do Brasil

11h00 – Domingo em Brazzaville (Espanha/Congo, 51 min.) – O ESTADO DAS COISAS

Retrato de Brazzaville, no Congo, considerada a cidade mais perigosa do mundo.

15h00 – Calafate, Zoológicos Humanos (Espanha, 96 min.) – COMPETIÇÃO INTERNACIONAL – LONGAS

Várias fotos e documentos comprovam as viagens forçadas de indígenas, no

século XIX, a diversos locais da Europa para serem exibidos nas chamadas “exposições etnográficas”.

17h00 – Reconstituição do Crime da Modelo (Argentina, 8 min.) RETROSPECTIVA ANDRÉS DI TELLA

Análise da cobertura midiática sensacionalista e parcial de um crime bárbaro ocorrido na Argentina.

seguido de Macedonio Fernández (Argentina, 45 min.) – RETROSPECTIVA ANDRÉS DI TELLA

Documentário procura os vestígios e memórias de Macedonio Fernández (1874-1952) – autor de contos, poemas, novelas e ensaios que conquistaram a admiração de Jorge Luis Borges.

19h00 – É Na Terra, Não É Na Lua (Portugal, 186 min.) – COMPETIÇÃO INTERNACIONAL – LONGAS

Na Ilha do Corvo (parte do arquipélago dos Açores), vivem cerca de 440

pessoas, em casas abrigadas nas encostas vulcânicas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO