Cinema

Domingo (1º)

É Tudo Verdade: confira a programação do último dia do festival

Por: Bruno Machado e Camila Taira - Atualizado em

É Tudo Verdade 2012 - Carrière 250 Metros
'Carrière 250 Metros': documentário mexicano sobre o roteirista e escritor Jean-Claude Carrière (Foto: Divulgação)

CineSesc

15h00 - Carrière 250 Metros (México, 88 min.) - PROGRAMAS ESPECIAIS

O escritor e roteirista Jean-Claude Carrière inicia em, sua terra natal no interior

francês, um percurso que o levará a Paris, Nova York, ao México e à Índia.

Seguindo a cronologia de sua própria vida, reconstitui as pegadas de

personagens essenciais de suas memórias, como o diretor de teatro Peter

Brook, o cineasta Milos Forman e o garçom de um hotel mexicano em que se

hospedou com Buñuel (para quem roteirizou filmes como “A Bela da Tarde”

(67) e “O Discreto Charme da Burguesia” (72).

17h00 - Ricky Sobre Leacock (França, 89 min.) - PROGRAMAS ESPECIAIS

Amiga e admiradora de longa data do cineasta e diretor de fotografia britânico

Richard Leacock (1921-2011), um dos pioneiros do Cinema Direto, a cineasta

mergulha em raras imagens de arquivo, alternadas com registros de seus

encontros com o diretor e seus amigos.

19h00 - Crazy Horse (França, 134 min.) - PROGRAMAS ESPECIAIS

Bastidores de um dos mais famosos cabarés do mundo, o parisiense Crazy

Horse.

21h30 - Vencedor Competição Internacional Longas

Centro Cultural Banco do Brasil

11h00 - Encontro Com Papai Kasper Cartola (Dinamarca, 28 min.) - COMPETIÇÃO INTERNACIONAL – CURTAS

Lea Glob tinha 2 anos quando seu pai desapareceu. Ela pouco sabia dele,

além da descrição de um homem bonito, de barba avermelhada. Quando fica

sabendo da sua morte, na prisão, ela resolve seguir as pistas para a

construção de sua identidade.

seguido de Vovós (Inglaterra, 9 min.) - COMPETIÇÃO INTERNACIONAL – CURTAS

Partindo dos depoimentos de quatro integrantes das Avós da Praça de Maio,

este documentário de animação reconstitui a história do movimento, que reúne

familiares de mulheres grávidas desaparecidas durante a ditadura militar

argentina (1976-1983).

seguido de Osso Vento Fogo (Canadá, 30 min.) - COMPETIÇÃO INTERNACIONAL – CURTAS

Utilizando trechos de cartas e dos diários de três das mais importantes artistas

do século XX – a pintora mexicana Frida Kahlo, a pintora norte-americana

Georgia O’Keeffe e a pintora e escritora canadense Emily Carr – reconstitui-se

parte de seu processo criativo, evocando os bastidores de sua trajetória

feminina intensa e original.

seguido de 3 Dias de Liberdade (Polônia, 27 min.) - COMPETIÇÃO INTERNACIONAL - CURTAS

Depois de 15 anos na prisão, Piotr consegue seu primeiro indulto temporário:

ele tem direito a três dias de liberdade. Fora das grades, o mundo mudou bem

mais do que podia imaginar. Agora, Piotr tem que decidir como aproveitar

esses dias - intensos e longamente aguardados.

15h00 – Cinco Câmeras Quebradas (França, 90 min.) - COMPETIÇÃO INTERNACIONAL - LONGAS

Em 2005, o governo de Israel construiu um muro em Bil’in, pequena cidade da

Cisjordânia. O objetivo seria “proteger” a comunidade vizinha de Modi’in Illit,

assentamento com capacidade para abrigar 150 mil judeus israelenses.

Coincidindo com o nascimento de seu quarto filho, um dos moradores de Bil’in

vê-se transformado em documentarista amador do conflito público e de sua

vida privada.

17h00 – O País do Diabo (Argentina, 72 min.) - RETROSPECTIVA INTERNACIONAL: ANDRÉS DI TELLA

Ensaio de um perfil do controverso escritor, jurista, etnógrafo e geógrafo

Estanislao Zeballos (1854-1923), principal ideólogo da chamada Conquista do

Deserto, campanha deflagrada pelo exército no final do século XIX que

acarretou o extermínio da maioria dos indígenas argentinos.

19h00 – Planeta Caracol (Coreia do Sul, 89 min.) - COMPETIÇÃO INTERNACIONAL - LONGAS

Desde a infância, quando perdeu a visão e a audição, Young-Chan tem vivido

num mundo de escuridão, silêncio e solidão. Mas isso muda quando ele

conhece Soon-Hoo, com quem se casa e passa a compartilhar uma simbiótica

vida a dois.

20h30 – China Peso-Pesado (China, 89 min.) - COMPETIÇÃO INTERNACIONAL - LONGAS

Caçadores de talentos esportivos percorrem o interior da China à procura de

jovens talentos para o boxe – banido em 1959 após a revolução chinesa. Mais

de meio século depois, o esporte tornou-se um dos maiores sonhos de

ascensão para muitos garotos.

Museu da Imagem e do Som

14h00 - Vivam os Antípodas! (Argentina, 106 min.) - PROGRAMAS ESPECIAIS

Balsa San Justo (Argentina) e Xangai (China); Patagônia (Chile) e Lago Baikal

(Rússia); Kubu (Botswana) e Kilea (Havaí); Miraflores (Espanha) e uma praia

na Nova Zelândia: visitando estes oito antípodas – lugares situados em

posições diametralmente opostas um ao outro desde o centro da Terra - o

cineasta russo captura paisagens belas, diversas na fauna e flora e nos hábitos

culturais.

16h00 - Piove, Il Film Di Pio (Brasil, 15 min.) - COMPETIÇÃO BRASILEIRA - LONGAS

Figura singular, o cineasta esquecido Pio Zamuner, que dirigiu os doze últimos

filmes de Amâncio Mazzaropi, é aqui retratado em um botequim da Boca do

Lixo. Mas quem dirige quem?

seguido de A Galinha que Burlou o Sistema (Brasil, 15 min.) - COMPETIÇÃO BRASILEIRA – LONGAS

Numa granja industrial, uma galinha toma consciência do destino que a espera.

Então, ela se mobiliza para tentar uma saída.

seguido de A Cidade (Brasil, 26 min.) - COMPETIÇÃO BRASILEIRA – LONGAS

O curta conta a história da pequena cidade de Itapu (RS), que está em vias de

desaparecer e que, antigamente, abrigava centenas de portadores do mal de

Hansen.

seguido de Entre Lá e Cá (Brasil, 24 min.) - COMPETIÇÃO BRASILEIRA – LONGAS

Um grupo de amigas que vive na Ilha de Amparo (PR), diariamente troca

confidências e segredos de amor a caminho da escola.

seguido de Capela (Brasil, 12 min.) - COMPETIÇÃO BRASILEIRA – LONGAS

Na cidade de Capela, interior de Sergipe, todos os anos acontece a curiosa Festa do Mastro, envolvendo lama e fogo como componentes de rituais força

plástica e poética.

18h00 - Cabra Marcado para Morrer (Brasil, 119 min.) - RETROSPECTIVA BRASILEIRA - COUTINHO: O CAMINHO ATÉ “CABRA”

Em 1964, o golpe militar interrompe na Paraíba as filmagens por Eduardo

Coutinho de um longa ficcional sobre o assassinato de um líder das Ligas

Camponesas, João Pedro Teixeira. Vinte anos se passaram até que Coutinho,

agora documentarista, revisite os negativos preservados e reconstitua o destino

da familia Teixeira durante o regime militar.

20h00 - O Céu Aberto (México, 100 min.) - FOCO LATINO-AMERICANO

32 anos depois de seu assassinato, enquanto celebrava missa, recorda-se a

figura do arcebispo salvadorenho Oscar Arnulfo Romero (1917-1980). Através

de trechos de suas homilias, cartas, programas de rádio e depoimentos,

reconstitui-se a trajetória de um religioso que passou do conservadorismo à

militância ativa.

Cinemateca

14h00 – Crônica de um Verão (França, 85 min.) - RETROSPECTIVA BRASILEIRA - COUTINHO: O CAMINHO ATÉ “CABRA”

Em Paris, no verão de 1960, o cineasta e etnólogo Jean Rouch e o sociólogo

Edgar Morin interrogam transeuntes, operários, estudantes e alguns casais

sobre as motivações que movem sua vida e se são felizes, registrando suas

dúvidas, emoções e opiniões sobre racismo e política.

16h00 – Coutinho Repórter (Brasil, 25 min.) - RETROSPECTIVA BRASILEIRA - COUTINHO: O CAMINHO ATÉ “CABRA”

A atuação de Eduardo Coutinho no programa Globo Repórter. Em plena ditadura, forjou um estilo e realizou obras de empenho social que, na época, a censura impedia o cinema de concretizar.

seguido de O Pistoleiro de Serra Talhada (Brasil, 49 min.) - RETROSPECTIVA BRASILEIRA - COUTINHO: O CAMINHO ATÉ “CABRA”

Documentário produzido para o programa Globo Repórter sobre o banditismo

no Nordeste, tendo como centro a cidade de Serra Talhada (SE), terra do

lendário Lampião (1898-1938), tido como o rei do cangaço.

seguido de Seis Dias de Ouricuri (Brasil, 41 min.) - RETROSPECTIVA BRASILEIRA - COUTINHO: O CAMINHO ATÉ “CABRA”

O foco recai sobre uma grande seca em Ouricuri, no sertão de Araripe (PE),

que apesar de estar levando a miséria, a fome e o desespero aos moradores

da região é considerada apenas “uma estiagem prolongada” pelas autoridades

locais.

18h00 - Xaréu - Memórias do Arraial (Brasil, 72 min.) - PROGRAMAS ESPECIAIS

O cineasta Paulo César Saraceni e os pescadores remanescentes das

filmagens de “Arraial do Cabo” (1959) revêem suas lembranças da produção,

tida como marco fundador do Cinema Novo. Contrapondo cenas do filme

original, revisita-se a localidade nos dias atuais, contrastando as realidades

sociais e econômicas das duas épocas, separadas por mais de 50 anos.

20h00 - Jorge Mautner - O Filho do Holocausto (Brasil, 93 min.) - REPRISE SESSÃO DE ABERTURA - RJ

Cinebiografia do compositor assinada por Pedro Bial e Heitor D’Alincourt.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO