publicidade

Especiais

É grátis

Mostras, passeios e peças são algumas das opções

8.out.2012 | Atualizada em 14.out.2014 por Redação VEJASAOPAULO.COM

Divirta-se de graça! Uma seleção de programas para curtir sem precisar colocar a mão no bolso.

+ 25 motivos para amar a Mooca

+ No iPad: baixe grátis O Melhor da Casa Cor e explore os ambientes do evento num tour virtual

Confira as opções abaixo:

 

Vista de cima, a estrutura cheia de galhos parece um resto de floresta que tomou a sala projetada por Oscar Niemeyer. Mas quem percorre a impressionante instalação Transarquitetônica, de Henrique Oliveira, por dentro — a obra se compõe de vários túneis — descobre um resumo dos tipos de construção feitos pelo Brasil. Saiba mais.

A 31ª edição do evento partiu da ideia de que a arte deve ser transformadora da realidade. Assim, temas como religião, sexualidade, criminalidade e autoritarismo aparecem em várias das 250 obras exibidas. Saiba mais.

São 118 gravuras feitas com diferentes técnicas que pretendem apresentar um panorama do gênero nos últimos 100 anos. Há trabalhos de Oswaldo Goeldi e Marcelo Grassmann, além de nomes menos conhecidos por explorar esse tipo de reprodução, como Lygia Pape, Waltercio Caldas e Iberê Camargo. Saiba mais.

Dirigida por Paula Klein, a comédia do dramaturgo gaúcho Qorpo Santo (1829-1883) ganha encenação de rua, na Vila Madalena, que funde música ao vivo e artes plásticas. Saiba mais.

Em tempos de Bienal, a cidade começa a se encher de boas atrações. Um das melhores pedidas é a mostra Ciclo, inspirada na produção de Marcel Duchamp. Há 101 anos, o artista francês colocou uma roda de bicicleta em cima de um banquinho e afirmou que aquela composição era arte. Saiba mais.

O escritor brasileiro ganha uma exposição dedicada à sua vida pessoal e à trajetória política e literária. Ele é apresentado por meio de objetos, documentos, fotografias raras de infância e uma instalação que reproduz seu escritório — a obra, após o furto de uma caneta, ganhou uma proteção transparente de acrílico. Saiba mais.

A Brava Companhia traz a comédia escrita por Idival Piveta e adaptada por Fábio Resende. Ambientada em um bar, a peça mostra pessoas que têm as vidas ligadas ao time de futebol. Saiba mais.

São 220 imagens vindas do acervo do Instituto Moreira Salles que capturaram o desenvolvimento industrial, das artes e da publicidade brasileiros entre 1940 e 1980 feitas pelo fotógrafo alemão, radicado no Brasil desde 1939. Saiba mais.

Os duros anos em que ditaduras militares tomaram conta de diversos países da América do Sul deixaram marcas que perduram até hoje. A fim de registrar essas cicatrizes, o fotógrafo português João Pina procurou sobreviventes e familiares de vítimas nos últimos nove anos. Saiba mais.

A paixão pelo oceano do americano Julian Schnabel, que aos 62 anos ainda surfa no litoral nova-iorquino, aparece na seleção de 25 obras de LA NIL — Pinturas 1988-2014. Untitled (Sister of Ozymandias), uma das telas, foi pintada sobre o tecido de uma antiga vela náutica. Saiba mais.

publicidade

Avaliação de VEJA SP

Não foi avaliado

Avaliação de VEJA SP

Péssimo

Avaliação de VEJA SP

Fraco

Avaliação de VEJA SP

Regular

Avaliação de VEJA SP

Bom

Avaliação de VEJA SP

Muito bom

Avaliação de VEJA SP

Excelente

Avaliação dos usuários

Ainda não foi avaliado

Avaliação dos usuários

Péssimo

Avaliação dos usuários

Fraco

Avaliação dos usuários

Regular

Avaliação dos usuários

Bom

Avaliação dos usuários

Muito bom

Avaliação dos usuários

Excelente

Avaliação do usuário

Péssimo

Avaliação do usuário

Fraco

Avaliação do usuário

Regular

Avaliação do usuário

Bom

Avaliação do usuário

Muito bom

Avaliação do usuário

Excelente

Péssimo

Fraco

Regular

Bom

Muito bom

Excelente

Comente

Envie por e-mail