Cinema

DVD do filme 'Colegas' terá recursos de inclusão

Há um mês em cartaz, filme já atraiu 150 mil pessoas ao cinema; DVD do longa está previsto para o segundo semestre

Por: Júlia Gouveia - Atualizado em

Cena de 'Colegas'
Em ação no longa: trabalho obstinado na frente e atrás das câmeras (Foto: Divulgação)

Pelas redes sociais, muita gente acompanhou a saga de Ariel Goldenberg, o ator com síndrome de Down, cujo sonho era conhecer o seu ídolo, o astro Sean Penn. Fenômeno no Youtube, mais de 1 milhão de pessoas assistiu ao vídeo em que ele suplica para que Penn viesse ao Brasil assistir a estreia de Colegas, filme protagonizado pelo próprio Goldenberg e outros dois atores com Down.

Há um mês em cartaz, o título atraiu pouco mais de 150 mil espectadores, arrecadando cerca de 1,6 milhão de reais em bilheteria. É um desempenho acima da média para o padrão das produções nacionais, mas os responsáveis esperavam uma bilheteria mais generosas pela repercussão que conseguiram antes da estreia. A partir de sexta-feira (5), em São Paulo, Colegas só estará em exibição no Shopping Bourbon. 

Para o segundo semestre, a produtora Gatacine, responsável pelo filme, planeja lançar o DVD, que terá um diferencial: recursos de inclusão. Assim, cegos, por exemplo, poderão acompanhar o filme por meio da audiodescrição, ferramenta que possibilita que as cenas sem diálogo sejam narradas. Além das legendas, surdos também contarão com tradução em libras. E até a capa do DVD irá utilizar braile. “O Colegas fala sobre inclusão”, comenta Marçal Souza, produtor executivo do filme e, também, deficiente visual. “Por isso, nada mais óbvio do que possibilitar a todos um jeito de curtir a história.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO