Mistérios da Cidade

Doze massagistas cegos trabalham em clínica na Barra Funda

Por: Edison Veiga [Filipe Vilicic e Juliana Guarany] - Atualizado em

Quando tinha 20 anos, Fábio da Silva perdeu a visão. Hoje, aos 31, é um dos doze massagistas cegos que trabalham em uma clínica da Barra Funda. Cada sessão custa de 10 a 50 reais, conforme o tipo de massagem e a duração. "Os clientes contam que nosso toque é bem mais sensível", propagandeia Silva. Quem quiser experimentar pode agendar pelo Tel. 3392-4240.

Fonte: VEJA SÃO PAULO