Restaurantes

Domenico tem cardápio italiano inspirado na Sicília

O chef Rodolfo De Santis (ex-Biondi) explora receitas típicas da ilha e também sugestões mais autorais

Por: Arnaldo Lorençato - Atualizado em

Domenico
Salão movimentado no jantar: atmosfera agradável (Foto: Lucas Lima)

A saudade da culinária da Sicília, sua terra natal, foi um dos motivos que levaram o restaurateur Domenico Mira a montar um endereço com seu nome nos Jardins. Para cuidar do menu do Domenico, aberto em novembro, o empresário se associou ao chef Rodolfo De Santis, de 26 anos, nascido na Puglia.

O cozinheiro, que até então vinha fazendo um bom trabalho no Biondi, no Itaim, explora algumas receitas da ilha italiana, assim como sugestões mais autorais e de outras regiões do país.

Domenico
Rigatoni alla norma: a massa com berinjela sai por R$ 42,00 (Foto: Lucas Lima)

Entre as pedidas típicas revisitadas por ele está uma dupla de cannoli (R$ 24,00), sobremesa feita com um tubo de massa aromatizada por café, que é assado, e não frito como se prepara tradicionalmente. Ele leva creme de ricota no recheio e chega sobre calda de chocolate. Antes de atingir esse doce desfecho, há muito a percorrer. A clássica pasta alla norma (R$ 42,00) traz o rigatoni com cubos de berinjela fritos ao molho espesso de tomate.

Elaborado com anchova em conserva, e não com peixe fresco, mais uva-passa, pinhole e pimenta, o espaguete alle sarde (R$ 54,00) tem sabor marcante e vem salpicado de mollica, ou farinha de rosca, um substituto trivial para o queijo na Sicília.

Domenico
Stinco de porco na companhia de tagliolini: R$ 68,00 (Foto: Lucas Lima)

Das criações do chef, destaque para o robalo grelhado de pele crocante sobre purê de batata discretamente perfumado por trufas (R$ 88,00). O tagliolini, numa versão bem amarelinha pelo uso de ovo caipira, aparece junto do delicioso stinco de porco (R$ 68,00).  

Com tanta oferta de pescados, vale escolher um vinho branco. Sem serem exatamente em conta, há rótulos como o italiano Sacchetto Pinot Bianco 2010 (R$ 98,00). Dos tintos, o Sallier de la Tour Nero D’Avola 2009 (R$ 105,00) surge como bom complemento para a refeição. 

COMIDA ✪✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪✪

+ Acesse o cardápio completo do Domenico

Fonte: VEJA SÃO PAULO