Gente

Dom Paulo Evaristo Arns deixa UTI, mas segue internado

Arcebispo emérito de São Paulo foi levado ao hospital após passar mal em casa; cardeal ainda recebe cuidados e não há previsão de alta

Por: Veja São Paulo

Dom Paulo Evaristo Arns
Dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo (Foto: Divulgação)

O cardeal Dom. Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo, de 93 anos, deixou nesta sexta-feira (5) a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e foi transferido para um quarto no Hospital Santa Catarina, onde continua em tratamento, sob os cuidados do dr. Humberto Benedetti. D. Paulo foi internado no dia 1º, segunda-feira, depois de se sentir mal em casa.

+ Alunos do ensino médio público vão escolher disciplinas em 2016

O cardeal chegou ao hospital em aparente estado de coma, inconsciente, mas, algumas horas depois, abriu os olhos e conversou.  No mesmo dia, recebeu a visita do cardeal d. Cláudio Hummes, também arcebispo emérito e seu sucessor na arquidiocese.

Uma das irmãs franciscanas de Taboão da Serra, na Grande São Paulo, onde está localizado o convento no qual d. Paulo mora, informou que ele já fez todos os exames previstos pelos médicos e está passando bem. Ainda não há previsão de alta.

+ As últimas notícias da capital

Arcebispo metropolitano de São Paulo de 1970 a 1998, dom Paulo foi um dos principais nomes na luta pelos direitos humanos no período da ditadura militar, ao coordenar o projeto Brasil Nunca Mais, que denunciava a prática de tortura contra presos políticos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO