Transporte

Dois grevistas são readmitidos pelo Metrô

Durante a paralisação da categoria em junho o governo demitiu 42 trabalhadores

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Dois dos 42 metroviários demitidos foram recontratados pelo Metrô, após processo administrativo. A decisão foi divulgada nesta quinta-feira (17) pela empresa. A categoria cruzou os braços entre os dias 5 e 9 de junho e chegou a paralisar quase todas as linhas da cidade.

+ Ingressos para visita ao Templo de Salomão estão esgotados até agosto

Além das demissões feitas pelo governo, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) definiu que a greve dos metroviários era abusiva.

+ Mais três cinemas de rua de São Paulo devem ser recuperados

"As demissões não foram em razão de greve. Nenhum grevista foi demitido. Elas foram em razão de outros fatos, e fatos graves, como invasão de estação, de depredação, vandalismo", disse o governador Geraldo Alckmin na época.

Em comunicado nesta quinta-feira, o Metrô afirma “as dispensas foram fundamentadas em provas documentais e objetivas". A companhia informou ainda que garantiu a todos o direito de ampla defesa.

“Dos 42 recursos administrativos, dois foram aceitos pelo Metrô. Isso prova a correção e senso de justiça que balizam a relação do Metrô com seus funcionários.”

+ Confira o melhor de São Paulo agora

Fonte: VEJA SÃO PAULO