Cinema

Documentário “Mataram meu Irmão” vence o festival É Tudo Verdade

Filme do paulistano Cristiano Burlan vence categoria de Melhor Documentário Brasileiro Longa Metragem. Veja as salas onde o filme será reexibido hoje (14)

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

É Tudo Verdade - Cristiano Brulan - Mataram Meu Irmão
O diretor Cristiano Burlan, autor do filme "Mataram Meu Irmão", vencedor da categoria Melhor Documentário Brasileiro de Média ou Longa Metragem (Foto: Divulgação)

Um dos principais eventos de cinema da América Latina, o 18º Festival Internacional de Documentários - É Tudo Verdade, que aconteceu sábado (13) em várias salas da cidade, premiou filmes como A Máquina que Faz Tudo Sumir, na categoria Melhor Documentário da Competição Internacional – Longa ou Média Metragem, e Mataram Meu Irmão, na categoria Melhor Documentário Brasileiro – Longa ou Média Metragem. Ambos os filmes serão exibidos hoje (14), no Cine Livraria Cultura, às 17h e 19h, respectivamente. 

+ Confira a programação completa do último dia do festival

Participaram do júri internacional nomes como o do produtor e cineasta canadense Peter Wintonick, do sueco Stig Björkman e da diretora portuguesa Susana de Sousa Dias. No júri nacional estavam a diretora e roteirista Flávia Castro, o diretor Marcelo Machado e o produtor e documentarista Matias Marani. Confira a lista dos premiados:

  • COMPETIÇÃO BRASILEIRA

Melhor Documentário Brasileiro de Longa ou Média-Metragem

Mataram Meu Irmão, de Cristiano Burlan

Melhor Documentário Curta-Metragem

Pátio, de Aly Muritiba

Menção Honrosa Documentário de Longa ou Média-Metragem

Em Busca de Iara, de Flavio Frederico

Menção Honrosa Documentário de Curta-Metragem

Sanã, de Marcos Pimentel

 

  • COMPETIÇÃO INTERNACIONAL

Melhor Documentário Longa ou Média-Metragem

A Máquina que Faz Tudo Sumir, de Tinatin Gurchiani

Melhor Documentário Curta-Metragem

Uma História para os Modlin, de Sergio Oksman

Prêmio Especial do Júri para Documentário Longa ou Média-Metragem

Uma Vez Entrei Num Jardim, de Avi Mograbi

Menção Honrosa para Documentário Curta-Metragem

A Filha do Inverno Silencioso, de Iiris Harma

CCBB
O público do 18º Festival Internacional de Documentários, no Centro Cultural Banco do Brasil (Foto: Divulgação)

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO