Comida

Doces, salgados e pratos por até 5 reais

Coma de kebab a temaki por até 10 reais em São Paulo

Por: Filipe Vilicic - Atualizado em

(R$ 6,00) Sanduíche de pernil do Estadão Cento e dez gramas de carne de porco com molho à base de cebola, pimentão e tomate montado no pão francês. Esse é o clássico sanduíche da lanchonete 24 horas que atrai de taxistas a jovens recém-saídos da balada. Para chegar ao ponto, o pernil descansa por quatro horas em um forno a gás. "Você não pode se considerar paulistano se ainda não experimentou", diz Ricardo Castanho, editor de restaurantes do Guia Quatro Rodas. - Viaduto 9 de Julho, 193, centro, tel:3257-7121. 24 horas. (R$ 6,00) Brownie da Helô Doces - Há 25 anos, a paulistana Heloisa Monteiro da Silva, a Helô, prepara esse bolo típico americano com cobertura crocante e um delicioso recheio de chocolate com noz-pecã. Sempre úmida e macia, a guloseima pode ser encontrada em alguns supermercados, mas vale a pena comprá-la direto da fábrica na Vila Madalena só para sentir o aroma de chocolate que exala dos fornos. A embalagem de 250 gramas sai por R$ 6,00. - Rua Lira, 75, Vila Madalena, tel:3814-4854. 9h/18h (seg. a sex.; sáb. até 14h; fecha dom.). (R$ 6,50) Faláfel da Casa Libanesa Popular sanduíche do Oriente Médio, mistura bolinho frito de fava e grão-de-bico no pão pita. O da Casa Libanesa vem acompanhado de alface, tomate, molho de gergelim e picles. O cliente pode optar por colocá-lo também no pão folha.- Rua Salete, 186, Santana, tel:6959-2990. 8h/20h (fecha dom.). (R$ 6,50) Desmaiado da Dona Felicidade - Receita de Felicidade Bastos, chef do bar-restaurante que tem seu nome, é parecido com um pudim. Leva maria-mole, creme de leite, leite de coco, leite condensado e calda de caramelo. Para ganhar consistência, fica na geladeira por cerca de uma hora. "Minha mãe serve esse doce desde que eu era criancinha, em festas de fim de ano", conta Antonio Carlos Bastos, um dos sócios da casa. Felicidade monta no mínimo trinta dessas sobremesas por dia. Raramente sobra uma delas na vitrine. - Rua Tito, 21, Vila Romana, tel:3864-3866. 11h30/1h (sáb. até 20h; fecha dom.). (R$ 7,50) Camarão empanado da Bologna - Receita tão antiga quanto a tradicional casa, há cinqüenta anos na Rua Augusta. Inspirada em um prato alemão, foi desenvolvida pelo cozinheiro Antanas "Marinheiro", que trabalhou por quase trinta anos na rotisseria. Após sua morte, em meados dos anos 90, ninguém mais tocou na fórmula. O crustáceo, com cerca de 100 gramas, vem envolto em uma massa apimentada feita com sua casca.- Rua Augusta, 379, Consolação, tel:3256-1108. 7h30/21h (fecha seg.). (R$ 8,50) Porção de babaganuche do Monte Líbano - Alice Maatouk e sua filha, Regina, administram a cozinha do restaurante, que fica no 1º andar de um prédio na região da 25 de Março. "Quando penso num árabe, é o primeiro lugar que me vem à cabeça", afirma a chef Rita Lobo, diretora do site Panelinha. "A porção de babaganuche (pasta de berinjela com tahine, limão e alho) é deliciosa." - Rua Cavalheiro Basílio Jafet, 38, 1º andar, centro, tel:3229-4413 e 3326-3544. 11h/15h30 (fecha sáb. e dom.). (R$ 9,60) Kebab da Kebaberia -Originário de países árabes, da Turquia e da Grécia, o kebab é o sanduíche que ficou conhecido por aqui como churrasquinho grego. Na Kebaberia, o espeto giratório foi substituído por uma chapa. Todos os dezesseis tipos de recheio vêm enrolados em pão pita. O mais tradicional é o de pernil de cordeiro – a versão menor sai por R$ 9,60. - Rua Doutor Renato Paes de Barros, 777, Itaim Bibi, tel:3071-0267. 12h/0h (sex. até 2h; sáb. até 4h). (R$ 10,00) Temaki de lula do Karaokê Choperia Liberdade - Uma das sensações do Karaokê Choperia Liberdade – novo reduto de moderninhos da cidade – são os sete tipos de temaki. Todos fresquinhos e bem recheados, caem muito bem com saquê (R$ 10,00 a dose). O de lula é o mais barato. "Além das opções do cardápio, o cliente pode montar seu recheio com os ingredientes que tivermos na casa", diz a gerente Mama, uma japonesa baixinha e simpática. Nesse caso, o preço é estipulado na hora. - Rua da Glória, 523, Liberdade, tel:3207-8783. 19h/5h (ter. a qui. e dom.) e 19h/6h (sex. e sáb.; fecha seg.). (R$ 10,00) Diplomata da Pain de France - Tradicional torta dos Alpes franceses. No início do século XX, era feita por camponeses com restos de doces variados envoltos por massa folhada. Resultado: um bolo pesado e nutritivo, ideal para suportar o frio. Com a febre do esqui na região, os aldeões passaram a produzir a guloseima para vendê-la aos turistas. Foi assim que o francês Jean Thomas Bernardini conheceu a receita. Há onze anos, quando montou a pequena padaria Pain de France em Pinheiros, ele colocou o quitute recheado de creme, ameixas e chocolate em sua vitrine. - Rua Cônego Eugênio Leite, 1156, Pinheiros, tel:3812-2649. 7h/19h (dom. até 17h); Avenida Paulista, 900 (Reserva Cultural), tel: 3287-7858, 9h/23h.

Fonte: VEJA SÃO PAULO